Conexão Tocantins Araguaína

Meio Ambiente

14/12/2017 - Redação

Cada vez mais as pessoas estão buscando alternativas para proteger o Meio Ambiente, uma delas é o consumo sustentável e o descarte ambientalmente correto de produtos eletrônicos, como por exemplo pilhas e baterias de celulares. Em Araguaína, os moradores contam com o Projeto Papa-Pilhas, que terá um novo ponto de coleta. O ecoponto será implantado na Avenida Cônego João Lima, no Centro, em uma loja de eletrodomésticos, nesta sexta-feira, 15, a partir das 15h30.

“A ideia é darmos o descarte correto para esse tipo de material, obedecendo a logística reversa estipulada pela Política de Resíduos Sólidos, Lei nº 12.305/2010. As empresas que comercializam estes itens serão notificadas pela fiscalização ambiental para enviarem os materiais inservíveis para os ecopontos que serão implantados em vários pontos estratégicos da cidade. Com isso, diminuindo consideravelmente o impacto ambiental e a destinação inadequada desses produtos”, explicou o diretor municipal de Fiscalização e Licenciamento Ambiental, Orialle Barbosa.

De acordo com Barbosa, o Projeto Papa-Pilhas receberá pilhas e baterias inservíveis, que muitas vezes são descartadas irregularmente no solo, poluindo o meio ambiente, por conter substâncias tóxicas como chumbo, mercúrio e cádmio.

O Papa-Pilhas foi idealizado pela Faculdade de Ciências do Tocantins (FACIT), de autoria do professor Rogério dos Reis Brito, e ampliado pela Prefeitura, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente e Reciclarte – Escola de Artes, com apoio do Portal Cenário Rural.

Campanhas de conscientização

Além da coleta de pilhas e baterias, o projeto visa levar campanhas permanentes de conscientização a toda a população. Em Araguaína, já existe um ponto fixo de coleta de pilhas no Supermercado Atacadão, localizado na Avenida Filadélfia, no Residencial Camargo. O material é recolhido e a empresa destina para local apropriado em São Paulo.

Como o supermercado está credenciado na Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (ABINEE), será também o ponto principal, ou seja, a população leva as pilhas para os ecopontos e uma equipe recolhe e leva para o destino final.

Por: Redação

Tags: Araguaina, Orialle Barbosa