Conexão Tocantins Araguaína

Araguaína

03/08/2016 - Redação

Foto: Assessoria PR/Araguaína

O pré-candidato à reeleição ao cargo de prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (PR), garante que na sua próxima gestão será criada a guarda municipal para a cidade. Nos últimos meses, o município tem sofrido com crimes que estão assustando a comunidade, pois o Estado não tem conseguido garantir a segurança pública com total efetividade.

O projeto de lei para criação da guarda já está em tramitação na Câmara de Vereadores e deve ser aprovado neste semestre. Dimas destaca que, para combater a criminalidade, tem que ter pulso forte e ações concretas, pois a população não pode ficar à mercê de criminosos.

A partir da criação da guarda municipal, os membros vão garantir a proteção dos direitos humanos fundamentais, preservação da vida, patrulhamento preventivo, entre outros, e tendo como competência geral a proteção de bens, serviços, logradouros públicos municipais e instalações do Município.

Vale ressaltar que dentre as competências específicas da guarda municipal, têm-se a colaboração de forma integrada com os órgãos de segurança pública, em ações conjuntas que contribuam com a paz social; e também atuar no trânsito da cidade.

Realidade

Desde o início de 2016, os araguainenses sofrem com o aumento da violência na cidade. Foram registrados mais de 50 homicídios e mais de três mil ocorrências em apenas seis meses.

O Estado, que tem como obrigação constitucional de garantir a segurança pública, atua de forma passageira. Enviando temporariamente, efetivo de grupos táticos tanto da Polícia Militar (PM) como da Civil (PC), que não passam de um mês na cidade e retornam para o seu batalhão de origem.

A PM e a PC trabalham com estrutura defasada e efetivo inferior para o tamanho e abrangência de Araguaína.

Por: Redação

Tags: Araguaina, PR, Ronaldo Dimas