Conexão Tocantins Araguaína

Araguaína

10/02/2016 - Redação

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria da Saúde, realizará uma parceria com o Serviço o Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), com palestras para alunos, sobre medidas de prevenção contra doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. As palestras serão realizadas nos três turnos, matutino, vespertino e noturno, dia 1º de março, no auditório no Senai.

De acordo com a coordenadora técnica da equipe de Vigilância em Saúde do município, Ana Cláudia Lima, além das palestras, outras atividades serão realizadas no mês de março. “Vamos realizar oficinas ensinando os alunos a confeccionar as ‘mosquitérica’, uma das ações da Prefeitura no combate ao mosquito. Alunos do Senai já aderiram à ideia e ao projeto e após a fabricação, irão acompanhar o processo da instalação da armadilha, monitorando-a”, explicou.

Mais ações

A Prefeitura de Araguaína vem realizando várias ações dentro da Campanha Araguaína Contra a Dengue, agora com um reforço ainda maior por causa de outras doenças, como zika vírus e chikungunya, que preocupa ainda mais a população, visto que ainda não eram conhecidas.

O município no combate ao Aedes vem realizando borrifação com bombas em quarteirões da cidade e carros fumacê passaram por bairros mais críticos onde há mais casos de focos. Estão sendo confeccionadas armadilhas para capturar os mosquitos em parceria com a Comunidade Terapêutica Vida Nova e depois de prontas, as mosquitéricas serão distribuídas em residências de Araguaína, por agentes de endemias.

Equipes do Centro de Controle de Zoonoses do município e Vigilância em Saúde, em parceria com a Diretoria Regional de Ensino e outros órgãos, também estão realizando várias atividades, como palestras com orientações para funcionários nas escolas estaduais, fiscalização nos prédios escolares e educação em saúde com alunos, com apresentação dos temas sobre doenças de forma dinâmica, utilizando fantoches.  

Os trabalhos de rotina dos agentes de endemias continuam todos os dias e estão sendo intensificados nos setores com a força-tarefa dos agentes comunitários de saúde.