Conexão Tocantins Araguaína

Educação

25/09/2015 - Redação

Foto: Abdon Barbosa

A Prefeitura de Araguaína, em parceria com o Sebrae, lançou oficialmente na última quinta-feira, 24, a segunda etapa do Projeto Jovens Empreendedor Primeiros Passos (JEPP). O evento que aconteceu na Escola Municipal Francisco Bueno de Freitas, no Setor Maracanã, contou com a presença do secretário da Educação, Jocirley Oliveira, da gerente do Sebrae - núcleo de Araguaína, Ilma Lopes, diretores de escolas e alunos.

Durante a cerimônia de lançamento, o aluno Rafael Martins, da Escola municipal Luzia Machado, participante da 1ª e 2ª etapas do projeto, fez um depoimento que chamou a atenção. Rafael tinha dificuldades com a leitura e através do conteúdo proposto pelo material utilizado através do JEPP, ele agora lê e já sonha em abrir o seu próprio negócio. "Assim que começou as aulas, fui vendo que poderia abrir um lava jato próximo a minha casa, esse é meu sonho", disse o aluno, que é morador da Vila Azul.

Metodologia

O projeto é realizado nas 35 escolas da Rede Municipal de Ensino. Para cada ano do Ensino Fundamental existe um tema específico, com uma metodologia que favorece o desenvolvimento da coletividade e propicia a iniciação das crianças no empreendedorismo.Com o uma metodologia diferenciada, os mais de 200 professores capacitados a trabalhar o empreendedorismo na sala de aula vêm aproximando o sonho da realidade. 

Durante o lançamento, de forma simbólica, o secretário Jocirley Oliveira, ao lado da gerente do Sebrae, Ilma Lopes, fizeram a entrega de quites do material pedagógico do JEPP aos alunos.

Para Ilma Lopes, a parceria com a Prefeitura tem sido de grande relevância. "Esperamos que o sucesso que foi a primeira etapa do projeto se repita novamente e que tenhamos outros depoimentos como esse do Rafael", pontuou. O secretário Jocirley de Oliveira afirmou que o JEPP bem trabalhado gera frutos para toda uma vida. "É um diferencial bastante significativo na vida dos nossos alunos, a dinâmica como o projeto é desenvolvido em nossas escolas, proporciona a criança a visualizar uma profissão num futuro próximo", destacou.