Conexão Tocantins Araguaína

Saúde

26/08/2013 - Redação

Foto: Divulgação

A secretária de estado da saúde, Vanda Paiva, está em Araguaína onde participará de audiência pública para discutir o sistema público de saúde da cidade e apresentar projetos para melhorar o atendimento do Hospital Regional de Araguaína. A audiência será realizada na sede das promotorias da cidade, às 14h. Aproveitando a viagem, Vanda vistoriou o hospital neste último domingo, 25, onde conversou com pacientes e equipe do hospital.

No pronto socorro a secretária conversou com os pacientes que estão nos corredores da unidade e verificou a possibilidade de retirada do setor administrativo para ampliar o setor em cerca de 40 leitos ou a locação do prédio da Clínica São Francisco. Outro local visitado foi o setor de nefrologia onde pacientes crônicos ficam internados por longos períodos.

Vanda afirmou para os pacientes que o governo está reformulando a prestação do serviço em Araguaína, onde inclui a construção de nova unidade hospitalar com 400 leitos, 60 leitos de UTI e novo pronto socorro para atendimento de 150 pacientes dia, além da federalização de serviços que amplia a destinação de recursos e investimentos. “O projeto para Araguaína envolve muito trabalho, mas até que a nova estrutura esteja pronta, precisamos melhorar a existente, temos a possibilidade de transferir a parte administrativa para uma casa próxima e ampliar a oferta de leitos no pronto socorro para tirar os pacientes do corredor”, disse.

Segundo a secretária o que o governo está fazendo  a ampliação da oferta de leitos, um planejamento que deve ser feito ao longo dos anos, levando-se em conta o crescimento populacional e a abertura de novos serviços, como a cardiologia, oncologia e neurologia, que aumenta a demanda dentro dos hospitais. “Passamos quase 10 anos sem aumentar leitos no Estado, temos o dobro de população e o dobro de serviços prestados, sem leitos é impossível atender a demanda. Por isso a construção e ampliação das unidades hospitalares e uma das estratégias para melhorar o atendimento”, salientou.