Conexão Tocantins Araguaína

Polí­tica

16/05/2012 - Maria José Cotrim

O prefeito de Araguaina, Valuar Barros em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta quarta-feira, 16, comentou sobre a decisão do Superior Tribunal de Justiça que determinou seu retorno imediato ao cargo. O STJ alegou que o amplo direito de defesa ao foi respeitado no caso de Valuar.

O gestor afirma estar aliviado. “Agora é agradecer a Deus e continuar meu trabalho para terminar meu mandato honrando o povo de Araguaina”, frisou o gestor.

Ao Conexão Tocantins Valuar afirmou que pretende manter sua equipe sem alterações e não descartou recontratar os secretários e auxiliares que foram exonerados pelo vice-prefeito Amilton Cardoso (PSDB). “Minha equipe vai continuar a mesma, não tenho razão para mudar ninguém. Todos são bons técnicos”, pontuou.

Para o prefeito a decisão do STJ mostra que houve um equívoco no seu afastamento causado por denúncia do Ministério Público Estadual em razão da contratação de uma empresa por R$ 97 mil sem licitação no carnaval deste ano. “Não houve motivo para meu afastamento”, salientou.

O prefeito chegou em Araguaina na tarde desta quarta-feira e está recebendo vários aliados. Dentre as primeiras medidas para o retorno estão o levantamento das licitações das obras e dos recursos federais oriundos da bancada do Estado e dos ministérios, segundo Valuar.

O presidente da Câmara da Cidade, Elenil da Penha (PMDB) já afirmou ao Conexão Tocantins que aguarda somente notificação da justiça para empossar Valuar no cargo novamente. Para o democrata ele deve retornar ao cargo ainda hoje. É o que estima também o advogado de Valuar, Publio Borges que entrou com recurso no STJ.

Procurado para comentar o assunto, o vice-prefeito Amilton Cardoso não atendeu as ligações até o fechamento desta matéria.