Conexão Tocantins Araguaína

Estado

02/07/2011 - Redação

Foto: skyscrapercity.com Palmas concentra 10.102 registros de infração no período, seguida por Araguaina (5.217) Palmas concentra 10.102 registros de infração no período, seguida por Araguaina (5.217)

Um total de 12.623 infrações de trânsito foi cadastrado pelo Detran-TO de janeiro a junho de 2011, liderando o ranking a direção de veículos com velocidade até 20% acima do limite permitido, com 9.793 ocorrências.

Na sequência está: conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatório (2.402 registros), dirigir falando ao celular (1.872), dirigir com velocidade entre 20% e 50% acima do limite permitido (1.753), veículo com pendência no licenciamento (1.462), condutores e passageiros sem cinto de segurança (1.437), transitar pela contramão em via de sentido único (326), utilizar Carteira de Habilitação vencida (274), transitar com veículo de carga com excesso de peso (250), conduzir moto sem capacete (203), dirigir sem CNH ou permissão (187) ou sob influência de álcool (179).

As infrações foram registradas tanto nas áreas urbanas quanto nas rodovias. Em todos os casos, são infrações consolidadas, registradas depois de expirado o prazo de questionamento das multas, conforme explicou o superintendente Operacional do Detran, Flávio Oliveira Moreira.

Os dados são provenientes da Coordenação de Planejamento e Análise de Dados do Detran, por meio do sistema de Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), e abrangem o período de 1º de janeiro a 28 de junho.

Municípios

Palmas concentra 10.102 registros de infração no período, seguida por Araguaina (5.217) e Gurupi (463). Estas três cidades têm o trânsito municipalizado, cabendo às prefeituras realizar a fiscalização.

Nos demais municípios, este serviço fica a cargo da Polícia Militar, por meio de convênio com o Detran. Nas rodovias estaduais a fiscalização cabe à Secretaria Estadual da Infraestrutura e, nas rodovias federais, cabe à Polícia Rodoviária Federal.

A Coordenação Regional do Renainf alerta que, para que o Detran possa enviar a multa via Correios, é necessário que os condutores mantenham seus endereços atualizados junto ao Departamento de Trânsito, o que pode ser feito nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) e nos postos de atendimento.

Conscientização

Para reduzir as infrações e, consequentemente, o número de acidentes de trânsito no Estado, o Detran realiza um trabalho contínuo de conscientização, que envolve condutores e pedestres, de crianças a adultos.

O diretor geral da instituição, coronel Júlio César Mamede, destaca que este alto índice de infrações é preocupante e chama todos a adotarem uma nova postura no trânsito. “Comprovadamente, a maioria dos acidentes é conseqüência da imprudência, se houver respeito às leis de trânsito e ao próximo, muitas vidas serão poupadas”, ponderou.

Fonte: Assessoria de Imprensa Detran