Conexão Tocantins Araguaína

Estado

08/05/2011 - Redação

Foto: Joselita Matos

Durante ação realizada no Setor Monte Sinai, promovida pela Prefeitura de Araguaina, no último sábado, dia 07, o prefeito Valuar Barros destacou que o município fará ações prioritárias no setor, o que a comunidade precisar de mais urgência. “Nós vamos fazer o que for mais de urgente para o setor”, disse, ressaltando a infraestrutura no bairro.

O prefeito participou de uma reunião com os moradores, na manhã de sábado, momento em que tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas sobre a regularização fundiária do setor. Valuar Barros disse que sempre se preocupou com a situação dos moradores do Monte Sinai, buscando alternativas legais para que fosse solucionada a questão daquela localidade. Barros relembrou a transformação da área em uma Zona Especial de Interesse Social (ZEIS) e, a partir desse momento, a realização dos procedimentos para a regularização fundiária dos terrenos. “O Monte Sinai vai ser legalizado”, ressaltou o prefeito.

O procurador geral do município, Ronam Garcia, explicou aos moradores que será feito um mapeamento do setor, além de um cadastramento das famílias que residem no local. “Tudo isto será respeitado, vamos procurar manter tudo o que está pronto”, explicou. Em relação aos lotes vazios, Garcia ressaltou que o setor foi feito para moradia e que não será permitido especulação imobiliária no bairro.

Participaram da reunião com os moradores, os integrantes da Comissão de Regularização Fundiária do Monte Sinai, os vereadores Divino Bethânia Júnior e Soldado Alcivan (ambos do PP), o presidente da Associação de Moradores, Isaías Tavares Albuquerque, conhecido como Maranhão, os moradores Eolinda da Silva Sousa e Carlos dos Santos. O procurador do município também faz parte da Comissão.

Estiveram presentes também os secretários de Governo, Zildomar Dias de Almeida, da Fazenda, Clóvis Júnior, de Administração, Beatriz Helena Oliveira Rocha, de Educação, Josefa Maria Correia de Oliveira, de Desenvolvimento Social e Habitação, Jota Patrocínio, de Controle Interno, Maria Auxiliadora Nascimento, de Planejamento, Mário Augusto Vitória, e de Indústria, Comércio e Turismo, Nahim Halum. O vereador Cleudo Negão (PSDB) e o chefe de gabinete da prefeitura, Hélter Dantas, também compareceram na reunião.

Ações

Os moradores do Monte Sinai tiveram a oportunidade de ter um atendimento médico, além de orientações sobre saúde e atividades esportivas e de lazer na manhã deste sábado. Aferição de pressão, exame de diabetes, brincadeiras para as crianças foram algumas das atividades oferecidas.

Geovany Lourenço Ribeiro e Maria Odete Ribeiro, moradoras do setor há cerca de cinco anos, estavam felizes com este passo para a regularização dos terrenos. “O setor está sendo regularizado, podemos construir as nossas casas”, disse Geovany. Geovany é filha de dona Maria Odete, que mora na rua próxima a dela.

Outra moradora é Natalina Dias de Oliveira, que está no local há cerca de três anos, e comentou que na sua rua ainda não tem energia nem asfalto, mas que agora acredita ter esses benefícios onde mora.

Monte Sinai

Há seis anos, uma área particular, localizada na saída sul de Araguaina, foi invadida por vários moradores da região, que reivindicavam a regularização do terreno para morarem no local. A partir de 2009, no mandato do prefeito Valuar Barros, a área foi transformada em uma Zona Especial de Interesse Social (ZEIS). O município conseguiu a transferência do terreno, que era particular, para o poder público. Naquele ano, por meio de um decreto, também foi criada uma Comissão de Urbanização e Legalização da ZEIS, tendo como integrantes membros do Executivo, Legislativo e representantes dos moradores. A área do Monte Sinai foi desapropriada e a regularização fundiária do local será feita pelo município. O tamanho da área é de 612 mil metros quadrados, localizada na saída sul de Araguaina. Atualmente, mais de 800 famílias moram no local.

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Araguaina