Conexão Tocantins Araguaína

Polí­cia

12/04/2011 - Redação

“Tocantins contra o crime”. Esta é a Operação que será iniciada na próxima quinta-feira, 14 de abril, no Estado, começando pelas cidades de Araguaína (14) e Tocantinópolis e Ananás (dia 15), através de ações conjuntas da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal. Os detalhes das ações foram discutidos na manhã desta terça-feira, 12, na sede do QCG em Palmas, pelo Comando Geral da PM, por meio do CPI – Comando do Policiamento do Interior.

De acordo com o CPI, a Operação será desenvolvida com ações voltadas para a prevenção de assaltos a bancos, recuperação de veículos roubados, atuação no combate ao tráfico de drogas e entorpecentes e combate ao tráfico de animais silvestres e madeiras. O policiamento será ostensivo com bloqueios nas entradas e sdaídas das cidades, principalmente nos locais onde ocorra maior índice de ações delituosas. “Nossa intenção é aumentar a presença ostensiva das polícias nas regiões de divisas no Estado para aumentar a sensação de segurança na população. É uma operação de integração”, adiantou o coronel Gilberto Nogueira, comandante do Policiamento do Interior.

Pelo cronograma, serão oito operações, começando agora em abril e terminando no próximo mês de julho. Com relação ao efetivo empregado e os locais de atuação das ações, estes ficarão sob a responsabilidade de cada unidade de comando. Esses efetivos serão somados às equipes da Polícia Civil e Rodoviária Federal. Da Polícia Militar, estarão em ação homens do CPC – Comando do Policiamento da Capital, CIPAMA (Companhia de Polícia Militar Ambiental) e CIOE (Companhia Independente de Operações Especiais/com o grupo do Canil).

Para o PRF Mata, chefe do Policiamento da Polícia Rodoviária Federal, a integração entre as polícias, proposta pela “Tocantins contra o crime”, “é importante e necessária e a PRF está à disposição para mais esse trabalho”, disse. Grupamentos especializados estarão a postos em todas as áreas de cobertura da Operação. Pelo cronograma, cada uma das oito operações serão desenvolvidas durante dois dias em cada região.

A reunião aconteceu na sala de reuniões do QCG e contou com a presença dos comandos do CPI, CPC, CIOE, CIPAMA e PRF. De acordo com o CPI, a população será informada do desenrolar da operação, com a divulgação dos resultados parciais das ações.

Fonte: Assessoria de Imprensa/PM