Conexão Tocantins Araguaína

Polí­tica

22/07/2010 - Maria José Cotrim

Foto: Divulgação

Em Araguaina, segundo maior colégio eleitoral do Estado, a disputa entre os governistas que tentam uma cadeira na Câmara Federal está acirrada.

O presidente regional e deputado federal Lázaro Botelho (PP) é o majoritário no município que tem ainda como representantes o peemedebista Osvaldo Reis. Este ano César Halum deputado estadual do PPS também entrou na disputa.

Conforme informações ao Conexão Tocantins na base governista a disputa por lideranças estaria causando insatisfação entre alguns candidatos.

Um deles seria Botelho, que pela primeira vez não disputa no grupo de apoio do ex-governador e também candidato ao governo, Siqueira Campos (PSDB).

Botelho estaria insatisfeito com o trabalho de Halum, que atualmente é deputado estadual.

Procurado pelo Conexão Tocantins, Botelho, através da assessoria de imprensa, negou qualquer aborrecimento ou atrito com Halum ou com outro candidato da base.

“Não há nenhum tipo de confronto, nosso trabalho é o mesmo”, frisou. Botelho vê com naturalidade a disputa entre os candidatos na mesma base e informou também que não leva nenhuma situação que envolve o assunto para ser resolvido na majoritária.

Um dos reflexos na disputa seria a dobradinha com estaduais da base. Botelho já tinha conversado com alguns candidatos que acabaram fechando com outros, sendo assim ele buscou outros nomes. Atualmente dentre outros nomes ele faz dobradinha com Palmeri Bezerra (PMDB), Soldado Alcivan (PP) e Raimundo Palito (PP).

 Na coligação de Siqueira, Júnior Marzola (DEM) e ainda Irajá Silvestre, filho da senadora Kátia Abreu (DEM) disputam no município além de Ronaldo Dimas (PR).