Conexão Tocantins Araguaína

Geral

17/06/2010 - Maria José Cotrim (De Araguaina)

Foto: Divulgação

A ex-prefeita de Araguaina, Valderez Castelo Branco (PP) começou seu discurso cumprimentando os presentes, dentre eles o ex-governador Marcelo Miranda (PMDB).

Valderez comentou que não há problemas sobre o grau de parentesco entre ela e o esposo e deputado federal Lázaro Botelho (PP), um dos impasses para que ela fosse indicada na majoritária da União do Tocantins.

Falando ao prefeito Valuar Barros (DEM), a ex-prefeita disse que todos estão juntos em nome de Araguaina. Valderez chamou Gaguim de “meu governador”.

A ex-prefeita disse que não mudou de lado e sim que não houve espaço para ela no outro grupo. “Meu compromisso é com vocês, é com o povo do Tocantins”, disse.

“Quem tem rabo preso não pode mudar de lugar”, afirmou mencionando sobre um panfleto que foi distribuído no município falando da adesão dela na base governista. “Não em envergonho de olhar para trás porque fiz o que foi feito”, disse.

“O preço que cobrei vale mais que R$ 5 milhões”, disse se referindo ao panfleto que insinuava que o casal teria ganhado R$ 5 milhões para apoiar Gaguim. “Aceitei o desafio sim para ajudar Gaguim”, disse.

Valderez convocou a todos os populares presentes para elaborar o plano de governo. A ex-prefeita diz que será “soldado” do grupo. “Não deixei ninguém apenas não tive espaço”, afirmou no discurso.

Reforço

O ex-governador e pré-candidato ao Senado, Marcelo Miranda (PMDB) também foi aclamado pelos presentes durante o evento de lançamento da ex-prefeita Valderez.

Marcelo frisou a união de líderes em torno do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB). “Sua chegada nesse momento vem somar muito, nos dá força”, falou direcionado para Valderez.

O ex-governador sem citar nomes falou indiretamente sobre o processo de cassação. “Aqueles que fizeram comigo o que fizeram eu peço orações para eles”, disse. O peemedebista lembrou de algumas ações que fez quando era governador. Marcelo disse que essas eleições representa “ a batalha da grande vitória do Tocantins”.

O senador Leomar Quintanilha (PMDB) falou em seguida e em seu longo discurso mencionou sobre as conquistas do governo.

Ao se referir ao governador e a Valderez, Quintanilha afirmou que é o casamento político perfeito. Quintanilha falou ainda da candidata do PT, ministra Dilma Rousseff e ressaltou as conquistas do presidente Lula para o Tocantins.

Carlos Gaguim

Depois de todos os pronunciamentos na noite desta quinta, o governador Carlos Gaguim fez o discurso. Com dificuldades para falar por problemas de garganta, Gaguim começou dizendo que “Araguaina terá uma governadora” com a indicação da ex-prefeita do município, Valderez Castelo Branco (PP), para vice na chapa majoritária governista que busca a reeleição.

O governador ressaltou que a parceria com a Valderez será em prol do trabalho para melhorar o Estado.

Gaguim mencionou sobre a apreensão das bicicletas para os Pioneiros Mirins. “Eles estão querendo tomar as bicicletas mas Deus não vai deixar”, afirmou. Nesse sentido ele falou que pretende colocar no plano de governo a distribuição de mais bicicletas para estudantes.

O governador disse que vai eleger no mínimo seis deputados estaduais em Araguaina. Gaguim falou de alguns projetos em execução e que ele pretende dar continuidade, “Aqui não tem promessa. Aqui tem trabalho, dedicação e amor ao próximo”, frisou.

Gaguim falou ainda no presidente Lula (PT) e na ministra Dilma Rousseff e pediu apoio para a petista no Estado.

O governador terminou sua fala dizendo que a caminhada será rumo à vitória. “Esse vermelho que eu uso representa muita luta e o sangue de Jesus Cristo que morreu para salvar a humanidade”, disse.