Conexão Tocantins Araguaína

Economia

17/11/2009 - Redação

Foto: Márcio Di Pietro

O mês de outubro obteve um saldo de 1.284 empregos com carteira assinada no Tocantins. A informação é do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgada nesta segunda-feira, 16. O resultado das admissões, menos as demissões, representa um aumento de 1,16% em relação ao mês de setembro.

Em termos absolutos e relativos, esse desempenho é o melhor de toda a série histórica do Caged para o mês de outubro. De acordo com os dados, o setor responsável pela maior geração de empregos foi o comércio, com 511 postos criados. A indústria de transformação ficou em segundo, tendo gerado 243 postos de trabalho com carteira assinada, seguido pelo setor de serviços, com 242 empregos, da construção civil, com 157 postos e da agropecuária, com 142.

Segundo o secretário estadual da Indústria e Comércio, João Telmo Valduga, os números comprovam que o Tocantins já retomou sua atividade econômica, após um período de instabilidade política. “A orientação do governador Carlos Henrique Gaguim, de priorizar o desenvolvimento do Tocantins, passa pela atração de investimentos de fora e do próprio Estado. A instalação de empreendimentos de grandes grupos atacadistas e o apoio do governo aos segmentos industrial, de comércio e serviços através de incentivos fiscais já refletem positivamente na geração de novos postos de trabalho”, disse o secretário.

Segundo Valduga, os números poderão melhorar ainda mais, tendo em vista a proximidade das festas de fim de ano, quando, tradicionalmente, há elevação nas vendas e maior demanda por produtos industriais e de serviços.

Nos dez primeiros meses de 2009, o saldo de empregos é de 4.535 postos, alta de 4,24%. Enquanto outubro deste ano teve saldo positivo de 1.284 postos de trabalho, o mesmo mês em 2008 fechou com saldo negativo de 751 postos de trabalho.

Sobre a evolução do emprego nas cidades com mais de 30 mil habitantes no mês de outubro, Palmas foi a que conseguiu o maior saldo, com 258 postos de trabalho. Porto Nacional ficou em segundo lugar, com saldo de 197 empregos, sendo a maior variação relativa, 3,94%. A terceira cidade em geração de postos de trabalho foi Paraíso do Tocantins, com 141 vagas, seguida de Gurupi, com 48 postos, e Araguaina, com 17.

 

Fonte: Secom