Conexão Tocantins Araguaína

Estado

14/08/2009 - Redação

Foto: Elson Caldas

O governador cassado Marcelo Miranda (PMDB) assinou ontem, quinta-feira, 13, no município de Barra do Ouro, a 467 km de Palmas, a ordem de serviço que formaliza o início da construção da ponte sobre o Rio Tocantins no município, um sonho antigo dos moradores da região nordeste do Tocantins. Num dia inteiro dedicado à entrega de obras, Marcelo também inaugurou uma escola estadual padrão no município e autorizou a melhoria de estradas vicinais em oito municípios da região.

A ponte de concreto está localizada na rodovia TO-425 e liga Barra do Ouro a Bielândia, distrito de Araguaina. Com 1.133 metros de extensão, uma das pontes mais extensas do governo Marcelo Miranda, a obra receberá investimento de R$ 128,09 milhões do governo estadual, através de um financiamento junto ao banco italiano MCC – Mediocredito Centrale. A ponte será construída pela empresa italiana Rivoli, cuja diretora Ana di Maio veio especialmente de Roma, para prestigiar o lançamento das obras.

Além dessa ponte em Barra do Ouro, o governo estadual também está construindo outras duas importantes pontes que interligam o Tocantins interna e externamente: a de Xambioá, que liga a cidade ao município de São Geraldo do Araguaia (PA), e a ponte que liga Miracema do Tocantins a Palmas.

Segundo o governador Marcelo Miranda, a ponte de Barra do Ouro, com previsão para ser concluída em um ano, trará um impulso de desenvolvimento à região, pois representará uma facilidade muito maior ao escoamento da produção agrícola, com destaque para a soja, que tem no município de Campos Lindos o quarto maior produtor do país.

“Barra do Ouro, Campos Lindos, Goiatins, Itacajá e todos os demais municípios desta região vão ganhar com essa ponte, porque aqui vão escoar sua produção com muito mais rapidez”, disse. “Isso é a resposta àqueles que dizem que o Estado está retrocedendo”, afirmou Marcelo, em discurso para mais de mil pessoas que compareceram ao canteiro de obras. Grande parte delas foi ao encontro de Marcelo Miranda com camisetas com os dizeres “Obrigado Marcelo”, para agradecer os benefícios que o governador tem trazido ao Tocantins. Marcelo Miranda lembrou, em seu discurso, o fato de ele ter sido, quando deputado estadual, o autor do projeto de lei para a emancipação política de Barra do Ouro.

O governador, acompanhado de autoridades como prefeitos, deputados, secretários e lideranças, visitou o canteiro de obras e fez uma travessia de balsa sobre o Rio Tocantins, para visitar o local das obras da outra margem. Ele cumprimentou os trabalhadores e fez questão de saber de onde eles eram. A maioria da mão-de-obra da ponte é de municípios da região, como Goiatins, Barra do Ouro, Araguaina.

Escola Padrão

O povoado de Morro Grande, distrito a 25 km de Barra do Ouro, recebeu do governo a Escola Estadual Brejão, uma escola padrão com uma área 1.746 m2, oito salas de aulas, além de biblioteca, laboratórios, sala de vídeo, sala de orientação pedagógica, diretoria, cantina, entre outros espaços.

Na obra, o governo estadual investiu R$ 1,737 milhão e a escola ainda receberá mobiliários novos, como cadeiras, mesas e equipamentos, além da construção de quadra coberta poliesportiva, que já está licitada. Marcelo Miranda e comitiva visitaram no povoado, as instalações do Telecentro Comunitário.

Segundo a secretária estadual da Educação, Maria Auxiliadora Seabra Rezende, esta é uma ação de um gestor que acredita na Educação. “O governador Marcelo Miranda não tem feito obras somente nas grandes cidades, onde normalmente tem mais votos. Ele está entregando obras em todos os municípios tocantinenses. Prova do seu compromisso com a educação são os projetos de lei que beneficiam os professores da rede estadual com equiparação salarial e o projeto Seduc.comprofessor. Tenho certeza que a Assembleia Legislativa irá aprovar esses projetos”, comentou a secretária.

Estradas Vicinais

Durante assinatura da ordem de serviço da ponte, Marcelo assinou também ordens de serviço para melhorias em rodovias vicinais, que somam ao todo 646 km, distribuídos nos seguintes municípios: 42 km em Barra do Ouro; 112 km em Itacajá; 112 km em Wanderlândia; 114 km em Filadélfia; 74 km em Santa Maria do Tocantins; 55 km em Bom Jesus do Tocantins; 73 km em Centenário e 64 km em Recursolândia. Os recursos são do PDRS – Projeto de Desenvolvimento Regional Sustentável, em parceria com o Banco Mundial.

Da redação com Informações Secom