Conexão Tocantins Araguaína

Campo

10/06/2009 - Redação

Foto: Lenito Abreu

Bovinocultores do Tocantins venderam 5.837 animais vivos para o Egito recentemente. Toda a negociação foi realizada pelo Frigorífico Minerva, que no Tocantins está localizado na cidade de Araguaina, a 380 km de Palmas, região Norte do Estado.

Segundo o responsável pelo setor de Compras de Boi Gordo do frigorífico, Antônio Cândido, o Tocantins foi escolhido pelo Governo Egípcio por ter oferta de animais e pela sanidade do rebanho ser garantida.

A Adapec – Agência de Defesa Agropecuária já está emitindo a Guia de Trânsito dos animais que seguirão para Belém (PA). Da capital paraense, os bovinos, que juntos pesam mais de duas mil toneladas, seguirão para o Egito de navio.

Os animais vivos exportados do Tocantins para o Egito são de propriedades rurais das cidades de Nova Olinda, Bernardo Sayão, Colméia, Itaporã, Colinas do Tocantins, Muricilândia, Santa Fé do Araguaia e Xambioá. Todos eram brincados, ou seja, rastreados, exigência de vários países europeus, africanos e asiáticos.

Abate no Egito

Os animais são exportados vivos para o País, devido à religião islâmica que determina que o sacrifício precisa ser realizado em abatedouros devidamente autorizados pelas lideranças religiosas.

Livre da Aftosa

O Tocantins está há 12 anos sem registro de febre aftosa e é área livre da doença com vacinação reconhecida pelo Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e pela OIE – Organização Mundial de Saúde Animal.

O presidente da Adapec, Humberto Camêlo, ressalta a importância de o produtor rural manter o status do Tocantins, vacinando os animais contra a doença. “Com isso, fortalecemos a pecuária no Estado e nossas exportações”, conta o presidente.

Da redação com informações da AI Adapec