Conexão Tocantins Araguaína

Estado

30/11/2016 - Redação

Foto: Marcos Filho Comitiva araguainense e o ministro do TCU Augusto Nardes Comitiva araguainense e o ministro do TCU Augusto Nardes

O prefeito de Araguaína/TO, Ronaldo Dimas, recebeu o troféu e o certificado do Prêmio Mérito Brasil de Governança e Gestão Públicas 2016, do Tribunal de Contas da União (TCU), na manhã desta terça-feira, 29, em Brasília/DF. “Receber este prêmio é uma honra para mim, para Araguaína e todo o Tocantins. Está entre os cinco melhores municípios que respeitam a aplicação do recurso público e de um órgão de controle e tão respeitado, é motivo de muita alegria e responsabilidade”, disse Dimas ao receber o prêmio.

A solenidade, que aconteceu no edifício-sede do TCU, contou com a presença do presidente da República, Michel Temer, do presidente do Senado, Renan Calheiros, do Ministro da Fazenda, Henrique Meireles, e do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, além de autoridades de todo o Brasil, como o presidente do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE), Manoel Pires.

De Araguaína, estavam o presidente da Câmara de Vereadores, Marcus Marcelo, e o vereador Aldair Costa (Gipão).

Premiação

Ao todo, foram entregues 11 prêmios na cerimônia. Os cinco municípios vencedores que representam as cinco regiões do Brasil são, além de Araguaína (Região Norte), São José do Rio Preto/SP (Sudeste), Araraguá/SC (Sul), Nova Andradina/MS (Região Centro-Oeste) e a única capital premiada, Fortaleza/CE (Região Nordeste).

As entidades premiadas foram o Departamento de Engenharia e Construção (DEC) do Exército, Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Banco Central (Bacen), Banco do Nordeste (BNB), Ministério da Educação (MEC) e Caixa Econômica Federal (CEF).

Avaliação

O Prêmio Mérito Brasil de Governança e Gestão Públicas 2016 é um incentivo do TCU para que os gestores públicos possam adotar melhores práticas e devolver os impostos pagos pela sociedade em bons serviços públicos.

Os municípios foram premiados em função de seu Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM). Essa avaliação é feita com base em sete dimensões da execução dos recursos nas áreas de educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente e cidades protegidas.