Conexão Tocantins Araguaína

Cultura

07/06/2016 - Redação

Foto: Marcos Filho

A reconstrução da Praça das Nações, em Araguaína, segue acelerada e ainda este mês deve ser entregue à população. No local, será reimplantado o Monumento dos Pioneiros, totalmente restaurado. Na peça de granito, são gravados 40 nomes de famílias pioneiras na cidade. Após resgate histórico de 37 nomes, a Prefeitura pede a ajuda da comunidade para encontrar os três restantes para a restauração total que guarda a história da cidade.

As pessoas podem ajudar no resgate histórico com fotografias ou algum documento que prove que o nome do pioneiro estava no monumento.  Para colaborar, a pessoa pode entrar em contato através por telefone  ou pelo e-mail: prefeituraaraguainato@gmail.com.

Restauração

No monumento antigo, os nomes eram feitos em lâminas de metal e fixadas no granito. Com o desgaste do tempo e vandalismo, as letras caíram, perdendo o registro. No monumento restaurado, os nomes serão gravados na própria pedra, a laser e em baixo relevo, para evitar desgaste e vandalismos.

O monumento foi construído em 1972, na época do então prefeito Raimundo Gomes Marinho. A Prefeitura não irá acrescentar nomes, mas restaurar o original. O arquiteto responsável pelo projeto arquitetônico da praça, José Guimarães, lembra que a preocupação é com o resgate histórico da peça.

“Não podemos incluir ninguém, apenas encontrar os três que faltam para completar a lista dos 40 nomes que serão novamente gravados na placa, sendo fiel à original”, explicou.

Resgate

O resgate só foi possível com fotos e documentos enviados pela comunidade, historiadores do município e através da monografia "A Fotografia como Instrumento de Análise Histórica”, da jornalista Keliane Vale. O estudo foi realizado em 2007, através de um acervo fotográfico de uma das famílias pioneiras, que possibilitou encontrar 30 nomes. Os outros sete foram localizados através de levantamento histórico, depoimentos e pesquisas.

"Minha pesquisa pode preservar dados da história oficial de Araguaína, que mostra alguns grupos, há muito o que se resgatar ainda, pois diversas famílias contribuíram para construir Araguaína", ressaltou a jornalista.

Nomes já resgatados 

Adailton de Oliveira Morais 
Alú Dias da Silva 
Anatólio Dias Carneiro 
Antônio Alves Propécio 
Antônio Martins Ferreira 
Casimiro José Taveira 
Cassimiro Ferreira e Salomão Cardoso 
Dair José Lourenço 
Darcy Gomes Marinho 
Domingos Souza Lemos 
Epitácio Pires do Nascimento 
Eudóxio Correia da Silva 
George Yunes 
Guilherme Dourado e Carneiro 
Heraldo José Lemos Salcides 
Jaide Binow 
João Raymundo Costa Filho 
Joaquim Gomes da Costa 
Jonas de Oliveira Queiroz 
José Batista Nepomoceno 
José Brito Soares 
José Edmar Brito Miranda 
José Fortes Maia 
José Lopes da Silva 
José Pereira Nogueira 
José Wilson Siqueira Campos 
Luiz Rodrigues dos Santos 
Manoel Alves de Souza 
Marcondes Vaz da Costa 
Mauro Cardoso dos Santos 
Mauro Henrique Vidal 
Paulo Afonso Santos 
Raimundo Antônio dos Santos 
Rubens Vieira Guerra 
Tibúrcio José Dantas 
Vicente Amaro da Silva 
Wilson Osmundo Neves