Conexão Tocantins Araguaína

Araguaína

11/04/2016 - Redação

Foto: Marcos Filho

A Prefeitura de Araguaína entregou 677 certificados do projeto Comunidade Cidadã. A ação, que aconteceu no último dia 8 de abril, no Ginásio do Bairro São João, vem sendo executada desde o início do ano passado. Ao todo, os participantes têm quatro meses de qualificação com o objetivo de obter mais reconhecimento e renda extra.

Estiveram presentes no evento o prefeito Ronaldo Dimas e a primeira-dama, Nil Dimas, o presidente da Câmara de Vereadores, Marcus Marcelo; o secretário da Assistência Social, Trabalho e Habitação, José da Guia; a superintendente municipal de programas e projetos, Socorro Ferreira; a diretora de Proteção Básica, Lucimar Nascimento; e o coordenador do Programa Bolsa Família, Hugo Novais Medrado.

O presidente da Câmara, Marcus Marcelo, elogiou o trabalho da gestão na Assistência Social, junto à primeira-dama, Nil Dimas, pela iniciativa de cuidar dos projetos que levam à comunidade mais oportunidade e novas alternativas de vida.

“Difícil mesmo é ficar parado, quem busca conhecimento, busca condição, quero parabenizar a todos que trabalham com afinco nisso, e aos que recebem os certificados por não se acomodarem em melhorar de vida”, disse Marcus Marcelo.

O prefeito Ronaldo Dimas contou que muitas vezes é lembrado como o prefeito que conhece de engenharia, ruas e obras, e ressaltou sobre a importância de sua gestão também ser lembrada como a gestão que apoia e dar maior suporte em programas de inclusão social.

“O esforço e trabalho da Assistência Social é notório, é um investimento na vida profissional das nossas famílias. Os seus filhos podem abrir uma porta com salário adequado, é isso que eu quero e que nós buscamos, auxiliar através do trabalho e da qualificação adequada”, pontuou Dimas.

Formandos

Os cursos e oficinas aconteceram na Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Habitação, também nos setores Monte Sinai, Ponte, Céu Azul (CRAS I), Araguaína Sul 2 (CRAS III) e Nova Araguaína. Panificação, design de unha, empreendedorismo, gestão e liderança de pessoas, técnicas de vendas, pintura de tecidos, crochê, tapetaria, biscuit, bordado a mão, reciclagem, bolo na taça e peso de porta foram as qualificações ofertadas.

A cozinheira Ilza Ferreira dos Santos, de 40 anos, moradora do Setor Araguaína Sul, conta que soube do curso porque estava mais perto do seu bairro. Com o seu diploma do curso de tapetaria, Ilza desabafou: “Eu já consegui vender alguns dos meus tapetes, fiz uns dez tapetes, sem brincadeira... é uma renda a mais dentro da minha casa com certeza, agora eu tenho que praticar mais e mais”.

Lorrane Cristina Coelho tem apenas 18 anos e faz a terceira série do Ensino Médio. Ela conta que seu sonho é cursar Medicina Veterinária, mas desempregada, a estudante resolveu aproveitar seu tempo livre para fazer um curso profissionalizante. Com seu diploma do curso de liderança e gestão de pessoas, a jovem conseguiu ser auxiliar administrativa.  “Assim eu vou abrindo minha cabeça para abrir meu próprio negócio”, contou a jovem.

Comunidade Cidadã

O projeto Comunidade Cidadã visa atender até o final do ano cerca de 4 mil pessoas. Para que essas ações sejam mais efetivas, é necessário considerar a realidade local e as especificidades da população a ser atendida.

A superação da situação de pobreza e de vulnerabilidade social em que as pessoas se encontram faz parte do objetivo dessas ações e impacta proporcionalmente na economia do Município.