Conexão Tocantins Araguaína

Polí­cia

25/09/2013 - Redação

A Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG) passou por nova revista. Desde ontem, 24, policiais do Comando de Operações Especiais (COE), Polícia Militar e um grupo de Agentes de Ressocialização da Empresa Umanizzare, responsável pelo presídio, bem como Policiais Civis do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), de Palmas, participam da ação. Segundo o chefe da Unidade Barra da Grota, Wanderlan Rufino, foram apreendidos 05 celulares, 11 chips, 01 pedaço de serra, 02 isqueiros, 11 facas artesanais, 06 chapas de ferros (provavelmente para produzir facas artesanais), 01 carregador de celular e 21 chuchos (armas produzidas artesanalmente com restos de ferros). Todos os materiais foram encaminhados para a Delegacia de Plantão.

Segundo Rufino, a transgressão disciplinar dos presos é considerada crime e deve gerar por parte da administração do presídio um procedimento administrativo disciplinar e um procedimento criminal pode ser aberto pela Polícia Civil. As celas onde foram encontrados os materiais foram identificadas e um procedimento de investigação também deve ser aberto, conforme o interesse da Polícia Civil.

Os policiais fizeram uma varredura no local e todas as celas de todos os pavilhões foram vistoriadas. Cerca de 50 homens, entre policiais civis, militares e agentes penitenciários e de ressocialização de Araguaína e Palmas participaram da ação.

A revista na Unidade Barra da Grota busca encontrar objetos, como celulares e facas produzidas artesanalmente, bem como drogas e materiais que podem facilitam a fuga dos detentos.