Conexão Tocantins Araguaína

Polí­tica

04/06/2013 - Redação

Foto: Divulgação

Em audiência com o ministro da Educação, Aloísio Mercadante, o deputado federal César Halum (PSD), o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (PR) e o vereador Luzimar Coelho (PRTB), solicitaram ao ministério a implantação dos cursos de nível superior para a Universidade Federal do Tocantins. Foram solicitados os cursos de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia Ambiental, e na área da saúde foram requeridos os cursos de Nutrição, Enfermagem e Medicina.  

Halum enfatizou que a UFT, implementada desde 2000, tem privilegiado a região sul e sudeste do Estado com os cursos mais disputados e preferidos dos estudantes, e que consequentemente possibilitam as melhores remunerações. “Assim sendo, já está mais do que na hora de os araguainenses  terem direito às mesmas oportunidades de desenvolvimento em favor próprio e da sociedade”, disse.

Para deputado, estes cursos, principalmente engenharia civil, são uma necessidade urgente do próprio Estado que têm na construção civil muitas oportunidades. “Vai também consolidar ainda mais Araguaína como um centro universitário. Hoje a mão de obra é muito exigente e, por isso, temos que pensar ainda nos cursos de pós-graduação e residência médica. A educação continuada é fundamental”, garantiu.

O pessedista ainda anunciou que o Orçamento da União prevê investimentos da ordem de 70 milhões de reais na expansão da UFT em todo o Estado. “Queremos que parte desse dinheiro seja aplicado no campus de Araguaína”, afirmou.

A proposta de implantação de novos cursos em Araguaína conta também com o apoio do reitor da Universidade, Marcio da Silveira, e do diretor do campus, Luis Eduardo Bovolato.