Conexão Tocantins Araguaína

Estado

13/05/2013 - Redação

A quinta edição da Conferência Municipal abre espaço para a participação das comunidades na construção de um projeto que integre todas as áreas relacionadas à habitação. Com o tema “Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana já!”, a Secretaria de Habitação de Araguaína promoverá a 5ª Conferência Municipal no dia 14 de maio, às 8 horas, no Ginásio do ITPAC. As inscrições podem ser feitas no local do evento ou pelo site http://araguaina.to.gov.br.

O encontro estabelece metas e planos de ação para o enfrentamento dos problemas existentes na cidade a partir da colaboração das comunidades. O intuito também é orientar a disponibilização de recursos públicos para as ações de ordenamento a serem executadas. Durante o evento também serão eleitos os delegados que representarão o município na Conferência Estadual e os Conselheiros do Conselho Municipal da Cidade.

Causas

Há décadas muitas cidades brasileiras crescem sem um ordenamento que possa assegurar qualidade de vida aos cidadãos e sustentabilidade para as gerações futuras. Neste contexto, a própria população poderá promover as mudanças necessárias exigindo a coordenação das ações governamentais de forma a assumir a política urbana como uma política estratégica para o País.

É preciso universalizar o acesso às políticas urbanas e superar a cultura de fragmentação da gestão, que separa a política de habitação da política de saneamento ambiental, da política de mobilidade, gerando desperdício de recursos, a ineficiência e a reprodução das desigualdades socioespaciais nas cidades brasileiras. 

Os agentes 

A participação é aberta a gestores públicos, membros do legislativo municipal, movimentos sociais e populares, presidentes de bairros, empresários relacionados à produção e ao financiamento do desenvolvimento urbano, trabalhadores por meio de sindicatos, entidades profissionais, acadêmicas e de pesquisas, e organizações não governamentais. Aos acadêmicos, em especial, haverá certificado de participação com 12 horas atividade extra-curricular. 

Edições anteriores 

As quatro Conferências das Cidades realizadas tiveram em sua pauta o Sistema de Desenvolvimento Urbano (SNDU) pensado como instrumento para promover a reversão desse quadro e pensar a cidade integralmente e não de forma fragmentada (habitação, saneamento, mobilidade, lazer, trabalho, saúde, educação).