Conexão Tocantins Araguaína

Estado

04/03/2013 - Redação

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Araguaína está substituindo o asfalto pelo concreto em obras de recuperação de ruas danificadas pela chuva e pelo fluxo intenso de veículos. É o caso da Rua Flor de Lis, que está recebendo a pavimentação de concreto em dois trechos considerados críticos por causa do relevo e da proximidade com córregos. As obras foram iniciadas no começo de fevereiro e tem conclusão prevista para a próxima semana, segundo a Secretaria de Obras.

Amplamente empregada em grandes centros urbanos, como Recife e Porto Alegre, a pavimentação de concreto oferece enorme resistência e é ideal para locais com trânsito de veículos pesados, proporcionando economia para o Município e comodidade para o dia a dia do cidadão.

Apesar do valor um pouco acima dos outros tipos de pavimento, pelo que a prefeitura constatou em pesquisas, o concreto tem como grandes vantagens a durabilidade (pelo menos 25 anos de vida útil) e a redução significativa nos custos de manutenção (a reestruturação é feita só depois de 10 anos).

Os insumos que compõem o concreto – areia, cimento, pedra, ferro e água – são de origem nacional, com a mistura feita a frio e mão de obra comum. A técnica de implantação é simples, com aplicação de poucas camadas, facilmente adaptáveis às condições locais sem prejudicar o dia a dia da cidade. Isto representa mais agilidade nas obras de recuperação das vias e a redução dos custos.

Para o motorista, a pavimentação de concreto significa, acima de tudo, segurança. Os veículos derrapam menos, uma vez que a textura do material confere maior aderência, além de evitar o a água da chuva empoce.

A cor clara do pavimento confere maior visibilidade para todos – motoristas, pedestres e ciclistas –, principalmente durante à noite, quando a iluminação pública terá até 30% de economia com energia elétrica, já que não exige a instalação de pontos de luz muito próximos.

Água servida

Outro ponto positivo do concreto em relação ao asfalto é que a água servida, um dos grandes vilões do asfalto araguainense, não causa tanto impacto. O material apresenta alta resistência a produtos químicos e facilita o escoamento. (Ascom Prefeitura de Araguaína)