Conexão Tocantins Araguaína

Estado

02/03/2013 - Redação

Foto: Divulgação

A Subseção da Justiça Federal em Araguaína promove um mutirão para julgar processos previdenciários no período de 4 a 9 de março na sede da faculdade ITPAC. A abertura oficial do evento será realizada no bloco G, a partir das 9h, e contará com a presença da desembargadora federal Neuza Alves, coordenadora dos Juizados Especiais Federais da Primeira Região, além de autoridades estaduais e municipais.

O evento é uma ação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, por meio da Coordenadoria dos Juizados Especiais Federais (Cojef), em parceria com a Subseção Judiciária de Araguaína. A ação conta ainda com o apoio da Faculdade ITPAC e Prefeitura Municipal de Araguaína. 

De acordo com o diretor da Subseção, juiz federal José Alexandre Essado, a expectativa é que ocorram 450 audiências por dia, totalizando 2.700 processos. Para tanto, contará com o reforço de mais 9 magistrados selecionados pela Cojef. 

As principais demandas do Juizado são benefícios previdenciários, como auxílio-doença, salário-maternidade, aposentadoria rural por idade, pensão por morte e benefícios assistenciais ao idoso e ao deficiente físico. Além da prestação jurisdicional, aos cidadãos atendidos no mutirão serão oferecidos serviços básicos de saúde, como verificação de pressão arterial e testes de glicemia.