Conexão Tocantins Araguaína

Estado

13/12/2012 - Redação

Foto: Divulgação

Com o objetivo de solicitar ao Governo do Estado que seja prorrogada até 2014 a redução de 75% de base de cálculo do diferencial , de alíquota do ICMS, relativo às aquisições interestaduais de mercadorias, representantes de entidades comerciais e indústrias da capital e do interior do Estado se reuniram com o secretário Estadual de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos, na tarde desta última quarta-feira, 12.

O encontro contou com a participação da presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas Cleide Brandão, do presidente do sistema Fecomércio, Hugo de Carvalho, do presidente da Federação das Associações Comerciais e Industriais do Tocantins (Faciet) Pedro Ferreira, da presidente da Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara) Antônia Lopes, do presidente da Associação Comercial de Paraíso do Tocantins, Antônio Carlos Lacerda Cabral, além de assessores.

Para Cleide Brandão, a discussão é necessária e pertinente, já que atinge diretamente o setor comercial. “93% das empresas estão na categoria de micro e pequenas e são essas que sofrem mais com o aumento dos impostos. Com a manutenção da alíquota esperamos que as empresas tenham condições de manter a competitividade em relação a outros estado”, afirmou.

Além da manutenção da alíquota reduzida, as entidades solicitam que o Governo do Estado invista em novas expectativas de oportunidades de geração de oportunidades para que resultem no crescimento de todos os setores da economia.