Conexão Tocantins Araguaína

Economia

12/12/2012 - Redação

Foto: Priscila Cavalcante Roberto Pires (C) e prefeitos eleitos de Gurupi, Palmas, Araguaína e Pedro Afonso Roberto Pires (C) e prefeitos eleitos de Gurupi, Palmas, Araguaína e Pedro Afonso

Dando continuidade ao encontro político realizado com os então candidatos a prefeito de Palmas, Araguaina e Gurupi, a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins – FIETO realizou nesta última terça-feira, 11, o jantar com os prefeitos eleitos destes municípios e de Pedro Afonso. O evento aconteceu no espaço de eventos da sede da Federação em Palmas.

O presidente da Fieto, Roberto Magno Martins Pires, recebeu o prefeito eleito de Palmas, Carlos Amastha (PP), de Araguaína, Ronaldo Dimas (PR), de Pedro Afonso, Jairo Mariano (PDT) e o representante do prefeito Laurez Moreira (PSB), eleito em Gurupi, Pedro Dias.

Os encontros políticos realizados antes das eleições objetivaram dar ciência e buscar compromisso dos candidatos em relação às demandas da indústria tocantinense. Para isso, cada um dos participantes recebeu exemplares da Carta da Indústria, documento que reuniu os principais anseios do segmento.

O jantar com os prefeitos eleitos foi voltado a empresários industriais, conselheiros e presidentes dos sindicatos patronais da Fieto com objetivo de reforçar este compromisso dos prefeitos, estreitar o contato com a Federação e prospectar parcerias.

“Nós sabemos que não é fácil o desafio de um estado com pouco mais de um milhão de habitantes e poder de compra pequeno ser industrializado. Mas seguimos buscando fazer com que o ambiente de negócios do empresário industrial seja cada vez mais favorável, trabalhando com inovação tecnológica e educação profissional e com os poderes públicos estadual, federal e municipal”, disse o presidente Roberto Pires no evento complementando estar otimista diante da estrutura de logística de escoamento que está sendo implantada no Tocantins.

Na ocasião, também foi apresentado e entregue aos prefeitos eleitos um estudo encabeçado pelo Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Tocantins – SIG/TO, com apoio da Fieto, que elenca desafios e projetos para a melhoria da cadeia de suprimentos e redução de custos levando em consideração as fragilidades das indústrias em diferentes áreas.

O presidente do SIG/TO e vice-presidente da Fieto, Sérgio Tavares, explicou que apesar de ter nascido do desejo da indústria gráfica as propostas contribuem para o futuro da indústria como um todo com direcionamentos para investimentos em infraestrutura, parcerias com instituições bancárias, dentre outras ações.

Pronunciamentos

Em seus pronunciamentos, os prefeitos eleitos e o representante do prefeito de Gurupi destacaram a intenção de firmar parcerias com o Sistema S, além de pontuarem dificuldades e a situação da indústria de suas regiões.

Pedro Dias disse que Gurupi atravessa umasituação difícil, do ponto de vista da sua economia. “A nossa região tem uma vocação bastante conhecida de todos aqueles que conhecem a região sul, que é o agronegócio. O desenvolvimento industrial das indústrias do nosso município passa necessariamente pelo fortalecimento da atividade agroindustrial”, disse.

Jairo Mariano afirmou em sua fala que Pedro Afonso é um dos maiores polos de desenvolvimento do Estado e que, seguramente no processo de industrialização que hoje se encontra o Estado tem um papel de extrema relevância. “E nós, como não poderia deixar de ser, temos que procurar parcerias. É isso que nós estamos buscando aqui hoje, temos certeza que o Sistema S tem muito a contribuir com nosso município que tem todo um processo de ampliação de sua base. Estamos buscando atrair investimentos e seguramente essa parceria irá fortalecer sobremaneira o papel de melhorar a qualidade de vida das pessoas de nosso município”, salientou.

Já o prefeito de Araguaina, Ronaldo Dimas, afirmou que, no município tem muito pra ser feito “quando a gente chega em Araguaína a gente vê o tamanho do desafio. Mas os desafios geram oportunidades. E são essas oportunidades que a gente vai buscar fazendo a revitalização da cidade, cuidando da malha viária, promovendo um grande recapeamento, organizando a infraestrutura”, disse. Dimas ainda disse que pretende negociar com o Governo do Estado para que o aeroporto que hoje é estadual passe a ser propriedade do município e pregou uma parceria com a iniciativa privada para aumentar o número de voos e passageiros para a região. 

Carlos Amastha

O prefeito eleito de Palmas afirmou que o Tocantins começa a viver um momento muito especial a partir de 1º de janeiro. “Uma coisa é única, nós sabemos que realmente a concorrência vai ser acirrada, a disputa da preferência dos senhores [empresários]. Em compensação não se faz nada que seja realmente viável, necessário, se a gente não conta com a participação de mais de um município”, disse, completando que, para se tornar atrativo, os municípios tem de se mostrar claramente para o Brasil e para o mundo que o Tocantins está de braços abertos para os investimentos “e juntos colocar em evidência as nossas potencialidades que são muitas”, concluiu.