Conexão Tocantins Araguaína

Educação

31/10/2012 - Redação

A Universidade Federal do Tocantins (UFT) teve aprovados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) dois novos cursos de pós-graduação stricto sensu – o Doutorado em Letras, no Campus de Araguaina; e o Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas, no Campus de Palmas. A aprovação ocorreu na 140ª reunião do Comitê Técnico Científico da Capes, nos últimos dias 22 a 26 de outubro. O Doutorado recebeu nota quatro (4) e o Mestrado Profissional, três (3). 

Para o reitor da UFT, Márcio Silveira, a aprovação dos dois novos cursos representa a certeza de que a Universidade caminha rumo à consolidação de sua excelência em cursos stricto sensu. “O mestrado em Gestão de Políticas Públicas fortalece o programa já existente de qualificação dos técnicos administrativos, enquanto a aprovação do doutorado em Letras confirma que temos um corpo docente qualificado, competente e maduro na produção científica”, diz. Ele destacou ainda a boa interação existente entre a graduação e os cursos de pós-gradução, tanto lato sensu (especializações) quanto strictu sensu (mestrados doutorados). Com esta aprovação a UFT agora soma 18 mestrados e quatro doutorados.

O Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFT e também coordenador da proposta do Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas, professor Waldecy Rodrigues, ressaltou que em pouco mais de quatro meses a UFT já conseguiu aprovar três cursos strictu sensu: estes dois e mais um – Mestrado de Engenharia Florestal – em Gurupi. Sobre o Mestrado em Gestão de Políticas Públicas, Rodrigues ressaltou sua importância e elencou algumas ações. “Faremos outras parcerias com o serviço publico no Estado e Prefeituras, pois pretendemos contribuir para a melhoria de toda a gestão publica principalmente em nosso Estado”. 

O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura em Araguaína, professor Wagner Rodrigues Silva, destacou o empenho de todos os docentes e técnicos ligados ao Programa para a aprovação do Doutorado em Letras. “Essa aprovação é muito significativa não apenas para a UFT, mas para toda a região Norte. É o primeiro programa de Doutorado em Letras e Linguística e o primeiro na área de Humanas no Tocantins”, frisou. 

Confira aqui o documento da Capes que aprovou os dois novos cursos na UFT