Conexão Tocantins Araguaína

Campo

26/06/2012 - Redação

Foto: Divulgação

Os apicultores tocantinenses estão sendo instruídos para o aumento da produção de mel, dentro de um projeto realizado pela Seagro – Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, em parceria com a Fundação Banco do Brasil e Fetoapi – Federação Tocantinense dos Apicultores. Nesta terça-feira, dia 26, começou a segunda etapa dos cursos de capacitação apícola, contemplando os produtores da região Norte do Estado. O encontro acontece no auditório do Hotel Premier Palace, em Araguaina, a 400 km de Palmas, e segue até sábado, dia 30.

Ao todo serão realizadas quatro capacitações, em regiões diferentes do Estado e são voltadas para o incentivo do aumento da produção e melhoria da qualidade do mel. Os temas, ministrados por um instrutor da OCB – Organização das Cooperativas do Brasil, são: associativismo, cooperativismo e gestão de associações apícolas.

Para as capacitações a Fundação Banco do Brasil disponibilizou R$ 234 mil, que custeiam a hospedagem e alimentação dos apicultores e do instrutor. Toda a mobilização dos apicultores é realizada pelos técnicos do Ruraltins – Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins.

Segundo a médica veterinária, Erika Jardim, os cursos são para que os apicultores se preparem para receber as casas de mel e entrepostos que serão inaugurados, provavelmente, em agosto deste ano. “Eles serão instruídos para o gerenciamento destes empreendimentos, aumentando a produção para gerar bons negócios”, enfatizou.

Próximas etapas

Os próximos cursos, ou seja, a terceira e quarta etapas serão realizadas nas cidades de Gurupi, de 9 a 13 de julho. E por último, em Araguatins, de 16 a 20 de julho.

Dados

O Tocantins em 2011 produziu 250 toneladas de mel, mas a meta da Seagro é que este número chegue a mil toneladas até 2014 e está estimulando os produtores. Também estão sendo construídos com recursos da Fundação Banco do Brasil quatro entrepostos; em Figueirópolis, Palmas, Colinas e Axixá. A cidade de Palmas tem 72 cooperados e a Federação Tocantinense tem cerca de 1.300 associados. O maior município produtor de mel é Nova Olinda, região Norte do Estado. (Ascom Seagro)