Conexão Tocantins Araguaína

Polí­tica

11/06/2012 - Redação

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 11, o deputado Raimundo Palito (PP) comentou sobre seu apoio declarado à pré-candidatura de Ronaldo Dimas (PR) à Prefeitura de Araguaina. Ao assumir este apoio, Palito abriu mão da candidatura de seu partido no nome de Walderez Castelo Branco (PP), esposa do presidente regional da legenda o deputado federal Lázaro Botelho.

Palito se mostrou insatisfeito com as últimas definições da liderança do PP que, segundo ele, tem o colocado de lado em todas as discussões referentes à pré-candidaturas e formação de diretórios municipais. “Eu nunca fui convidado pelo PP para participar de nada. Nem das definições de pré-candidatura e nem dos diretórios municipais”, disse.

O deputado informou que foi deixado de lado, inclusive, da decisão que pode lançar o nome de Walderez como possível candidata na segunda maior cidade do Estado. De acordo com o deputado, seu nome vem sendo deixado de lado desde que tentou disputar as eleições de 2008, mas viu seu nome abandonado pelo PP para apoiar o então candidato pelo PT, Célio Moura. “Eu sempre fui fiel ao PP. São cinco eleições com o mesmo número. Não sei porque me deixam de fora das decisões”, lamentou.

Palito frisou, ainda, que não pretende comunicar oficialmente a direção regional do PP sobre sua decisão de não apoiar a pré-candidata do partido e que não teme possíveis represálias por parte de Lázaro ou de qualquer outro dirigente da sigla. “Eu não comuniquei a decisão porque não me comunicam nada. Mas acredito na grandeza do partido e nos princípios de liberdade que são pregados”, salientou.

Movimentações políticas

Já o pré-candidato do PR, Ronaldo Dimas, comemorou a adesão do deputado estadual à sua possível candidatura e destacou a liderança de Palito na cidade de Araguaina. Para Dimas, a liderança política do deputado.

Além disso, Dimas, que já possui, segundo Palito, a maioria absoluta da Câmara de Vereadores, ainda busca apoio de partidos com grande representatividade. Segundo o pré-candidato, o próximo alvo que já está com a negociação antecipada é o PT, além de PCdoB e PTC.

Segundo o pré-candidato, todas as alianças e coligações deverão ser oficializadas na convenção do partido que está prevista para o dia 29 deste mês.