Conexão Tocantins Araguaína

Meio Ambiente

20/04/2012 - Redação

Foto: Divulgação

Em Araguaína, representantes da região norte deliberaram propostas para o desenvolvimento ambiental, no encontro realizado na última quarta-feira, 18, pelo Governo do Estado do Tocantins, através da Semades - Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Tocantins e apoio da Prefeitura Municipal, durante a conferência ‘Tocantins 23 rumo a Rio +20’. Entre outras propostas o grupo defendeu com destaque a necessidade de coordenar o processo de revisão das políticas públicas que tratam da proteção, uso e conservação dos recursos naturais.

Durante o debate, o colegiado concluiu que há necessidade da implantação de um sistema de gestão integrado para proteção, uso e conservação dos recursos naturais e concordou que a redução do desmatamento, o controle e combate as queimadas, assim como a valorização das florestas nativas, não representam apenas uma estratégia econômica que pode guiar a construção de um novo modelo de desenvolvimento sustentável para o Estado, mas também são importantes ferramentas para a mitigação das mudanças climáticas.

Além da defesa de florestas nativas, do bioma cerrado e amazônico, a descentralização da gestão dos recursos hídricos, o envolvimento da participação do governo, usuários da água e da comunidade em benefício do desenvolvimento ambiental sustentável, são alguns dos compromissos que serão complementados pelos representantes da região central, no próximo dia 25 de abril. Essa será a última etapa dessa Conferência, que irá acontecer no IFTO - Instituto Federal do Tocantins, em Palmas e permitirá a elaboração da Carta Tocantins de forma participativa.

Ao final da conferência, foram eleitos os representantes do grupo do desenvolvimento ambiental da região norte, para compor a delegação que acompanhará o governador na defesa das propostas que contemplam esses e os demais temas consolidados na Carta Tocantins, no encontro que acontecerá em Manaus, nos próximos dias 30, 31 de abril e 1º de maio. Entre os eleitos estão os representantes do grupo ciências e tecnologia com o titular Cássio Roberto Leonel Peterka da Funtrop - Fundação de Medicina Tropical do Tocantins e como suplente: Júlio Cesar de Avellar Oliveira do Projeto Biogeelto; os representantes do grupo autoridades locais com o titular José Wilson da Diretoria de Meio Ambiente da Prefeitura de Araguaína e como suplente Pedro Antônio da Secretaria Municipal de Saúde de Araguaína; os representantes das Ong’s com o titular Alcy Batista Matos da Natura Ativa e como suplente Expedito Pereira da Ameama – Associação do Movimento Ecológico Amigos do Meio Ambiente.

Consolidada as propostas avaliadas nas três regiões do Estado, será disponibilizada para consulta no site da Semades e enviada aos representantes da delegação, a Carta Tocantins. A Conferência Tocantins 23 rumo à Rio +20 “Tocantins Rumo à Economia Verde e ao Desenvolvimento Sustentável”, realizou o encontro em Araguaína e o documento final pretende contemplar o enfrentamento de problemas sob as temáticas do desenvolvimento ambiental, econômico e social do Estado, na transição para uma economia verde no contexto da sustentabilidade e da erradicação da pobreza, além dos instrumentos de governança para o desenvolvimento sustentável. Em junho próximo, a carta também será apresentada na Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, denominada Rio +20. (Ascom Semades)