Conexão Tocantins Araguaína

Estado

21/03/2012 - Redação

Foto: Arquivo Conexão Tocantins

O diretor-presidente do Grupo Skipton, Carlos Amastha, que constroi em Araguaina um dos maiores centro de compras da região, o Shopping Araguaína Park, defende que o Aeroporto da cidade só seja liberado depois que todas as adequações propostas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) forem cumpridas.

A interdição do Aeroporto de Araguaina, que já dura meses, tem causado impacto para o desenvolvimento econômico da região. Amastha diz que a Prefeitura de Araguaina e o Governo do Estado precisam cumprir integralmente, no menor prazo possível, as determinações da Anac e fazer as adequações propostas pelo órgão que constatou irregularidades na reforma da pista de pouso do aeroporto.

“Apesar da interdição do Aeroporto frear a economia da cidade, sou a favor que o local só seja liberado depois que forem feitas todas as adequações propostas pela Anac. Estamos tratando da vida. Não se pode liberar o aeroporto tendo o mínimo de risco que for para a segurança dos passageiros que vão utilizar os seus serviços. Trata-se aqui de vidas humanas e isso é mais importante que qualquer alegação econômica”, defendeu Amastha.

Hoje, representantes da Prefeitura de Araguaina, do Governo do Estado, do Comando da Aeronáutica se reunirão com o superintendente da Anac para tratar do caso. (Assessoria de Imprensa)