Conexão Tocantins Araguaína

Polí­tica

16/03/2012 - Maria José Cotrim

Foto: Divulgação

O PP estadual pretende lançar 30 candidatos viáveis para o pleito de outubro deste ano nos municípios do Estado, segundo estima o presidente do partido, deputado federal Lázaro Botelho. Em entrevista ao Conexão Tocantins o deputado expôs sobre as mobilizações da legenda para as eleições.

Na capital onde o partido tem como pré-candidato o empresário Carlos Amastha, Botelho frisou que a intenção é seguir com o propósito de ser a terceira via para a população. Nos próximos dias o partido deve oficializar aliança política com o PSB do reitor da UFT, Alan Barbiero e ainda o PCdoB. “O Amastha tem todo nosso apoio para o projeto em Palmas”, disse.

O presidente conta ainda que tem proximidade com o presidente estadual do PMDB, deputado federal Júnior Coimbra. Botelho diz acreditar na possibilidade de aliança com o partido com o PP na cabeça de chapa. “ O Júnior é muito meu amigo e temos sempre conversado. O PMDB tem uma parceria com o PP que deve prevalecer em maioria dos municípios”, frisou.

Amastha tem conversado e articulado intensamente com membros do PMDB como o pré-candidato Eli Borges e inclusive com os ex-governadores Marcelo Miranda e Carlos Gaguim. Outro partido que o PP busca consolidar aliança é o PPS que tem como pré-candidato o deputado estadual Sargento Aragão.

Araguaina

Já no segundo maior colégio eleitoral do Estado a proximidade do PP com o PMDB está mais consolidada e já é inclusive tida como certa por alguns aliados. O partido tem reservado a ex-prefeita Valderez Castelo Branco mas nos bastidores tenta construir uma aliança em torno dela. “A Valderez já foi testada nas urnas e tem a aprovação da população mas ela ainda não partiu para o campo de campanha”, ponderou.

Segundo o presidente em abril as composições devem começar a ser fechadas no município. “Temos como possíveis aliados o PT, PSB e outros partidos porque em Araguaina os partidos de oposição não tem dificuldade nenhuma de estarem juntos”, conta.

Valderez é considerada o principal nome do grupo de oposição na cidade já que o atual prefeito Valuar Barros (DEM) tem afirmado que vai apoiar o candidato do governo estadual que possivelmente será o ex-deputado federal Ronaldo Dimas (PR).

Gurupi

Já na capital da amizade, Gurupi, o partido tem alguns nomes pré-colocados entre eles o do vice-prefeito Carlos Barcelos. NO entanto há possibilidades da legenda compor com o PSB que tem o nome do deputado federal Laurez Moreira para a disputa na prefeitura. “Nós demos liberdade para os membros do partido que queiram se candidatar nas se o candidato do PP não tiver chance somos parceiros do PSB”, disse.

Botelho ressaltou sua forte ligação com Laurez. Na disputa pela coordenação de bancada Botelho retirou seu nome para que Laurez pudesse ser indicado como novo líder no lugar do senador João Ribeiro.

Controle partidário

O PP é um partido que mesmo com o rompimento com o Siqueirismo em 2010 mantém em seus quadros membros ligados ao governo estadual. Alguns deixaram o partido ano passado mas ainda vários nomes, principalmente pré-candidatos, tem proximidade com o governo estadual. A direção estadual do PP frisou que em todos os municípios os acordos para alianças e composições serão feitas apenas com o aval do diretório regional. “ Todos os acordos serão feitos sob o comando da direção estadual”, reiterou o presidente.