Conexão Tocantins Araguaína

Cultura

11/02/2012 - Redação

A fim de evitar transtornos durante o período carnavalesco, a Promotoria de Justiça da Defesa do Patrimônio Público de Araguaina requisitou, na última segunda-feira, 6, das pefeituras dos municípios que integram a Comarca de Araguaina, órgãos de trânsito, ambientais, de segurança e empresas prestadoras de serviço público, informações sobre o planejamento efetivo com vistas à organização do carnaval na cidade.

De acordo com o promotor de Justiça, Alzemiro Wilson Peres Freitas, todos os anos são inúmeras as reclamações e reivindicações feitas ao Ministério Público Estadual (MPE). Dentre os principais problemas apontados destacam-se acidentes e infrações no trânsito, som acima do limite permitido por lei, atos de vandalismo que colocam em risco o patrimônio público, atendimento ineficiente na saúde pública, problemas causados por excesso de bebidas alcoólicas, entre outros.

A medida tem caráter preventivo e pretende garantir maior segurança aos brincantes e, ao mesmo tempo, a tranquilidade daqueles que não frequentam ou não apreciam a festa, a exemplo de crianças de colo, idosos e outros, garantindo bem-estar e evitando a perturbação do sossego público nesse período. (Ascom MPE)