Conexão Tocantins Araguaína

Campo

09/02/2012 - Redação

Foto: Juliano Ribeiro

Representantes do Governo do Tocantins, dos Ministérios das Cidades e da Integração Nacional, se reuniram na manhã desta quinta-feira, 09, com prefeitos da região Sudeste do Tocantins, no auditório do memorial Luiz Carlos Prestes, na Praça dos Girassóis, em Palmas, para debater estratégias de combate a estiagem. Na ocasião, foi apresentado um projeto do Governo Federal, que tem como meta disponibilizar água potável em áreas rurais para consumo humano e para a produção agrícola e alimentar, intitulado “Água para Todos”.

De acordo com o secretário executivo da Seagro – Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário, Ruiter Pádua, que participou do encontro, o Tocantins tem muita necessidade de ser atendido pelo Projeto Água para Todos. “Várias regiões do nosso Estado sofrem com o período da estiagem e os pequenos produtores rurais, sobretudo os que vivem nos assentamentos, precisam ser atendidos por esse Projeto”, avaliou o representante da Seagro.

Em sua fala, Camila Fasolo, do Ministério da Integração Nacional, informou que o “Água para Todos” já está sendo implantado na região do semi-árido nordestino, mas outros estados que sofrem com o período de estiagem, como o Tocantins, pode ser incluído no projeto. “O intuito do Governo é instalar 750 mil cisternas, até junho de 2013, em diversas regiões do País”, garantiu a representante do Ministério. Para a execução do projeto, o Governo Federal pretende firmar parcerias com os estados e municípios.

Através do projeto, os pequenos produtores rurais, que sofrem com o período de estiagem, poderão ser beneficiados com cisternas para consumo humano; cisternas para a produção de alimentos e criação de pequenos animais; sistemas simplificados de abastecimento de água; kits de irrigação; sistemas simplificados de irrigação e construção de pequenas barragens para aproveitamento de água das chuvas.

Além dos diversos prefeitos da região Sudeste do Tocantins, também participaram do encontro o secretário das Cidades, Ronaldo Dimas; o técnico Ernani Ciriaco, do Ministério das Cidades e o prefeito de Lindóia do Sul (SC), Adiérson Bussolaro, que falou sobre a experiência bem sucedida do consórcio Lambari, que se tornou referência em gestão ambiental. (Ascom Seagro)