Conexão Tocantins Araguaína

Estado

09/12/2011 - Redação

Passados 17 dias da inauguração da primeira torre do projeto de internet social gratuita UFT Conecta - uma iniciativa da Universidade Federal do Tocantins (UFT) em parceria com a Prefeitura de Palmas - mais de 8 mil pessoas já se cadastraram no site www.uftconecta.uft.edu.br, que dá acesso ao programa.

A expectativa é que esse número aumente ainda mais, com a ativação da última torre na cidade de Palmas, que acontece nesta sexta-feira (9), a partir das 18h, na Feira da 304 Sul. Na ocasião, uma equipe da Universidade Federal do Tocantins estará no local, explicando para a população como se conectar e esclarecendo dúvidas.

A próxima etapa na capital é equipar 20 associações de moradores com computadores e antenas, ampliando a inclusão digital e resgatando a cidadania das pessoas. A internet social do projeto tem velocidade limitada, mas suficiente para que as famílias possam navegar em sites de pesquisas, mandar e-mails e participar de redes sociais.

Quem tem experimentado o sinal do UFT Conecta aprova, como a moradora do Jardim Taquari e secretária do Centro Municipal de Educação Infantil Fontes do Saber, que fica na mesma região. “A internet é muito boa, está melhor que a paga que tínhamos na escola e tem uma velocidade bacana. O melhor é que posso usá-la não só aqui no trabalho, como em minha casa em qualquer hora do dia ou da noite, carrego para qualquer lugar”, explica ela.

Expansão

No próximo ano, será a vez de Araguaína, Arraias, Gurupi, Miracema, Porto Nacional e Tocantinópolis, cidades onde a UFT tem campus, receber o sinal do projeto UFT Conecta.

Estrutura

A internet social gratuita opera com velocidades entre 128 kb/s (kilobits por segundo) e 512 kb/s. A infraestrutura do UFT Conecta é formada por equipamentos de tecnologia israelense, aptos para funcionar inclusive sob intensas variações climáticas. Dezesseis antenas replicam o sinal da rede sem fio (wireless), e abrangem toda a área urbana da Capital. (Ascom UFT)