Conexão Tocantins Araguaína

Polí­cia

26/08/2011 - Redação

Foto: Divulgação

Na última quinta-feira, 25, Policiais Militares do 2º Batalhão de Polícia Militar prenderam Charlles Gomes Taveira, 20, e Watina Gomes da Silva, de 21 anos, acusados de praticarem latrocínio, roubo seguido de morte, na cidade de Araguaina.

A vítima foi um jovem de 19 anos, assassinado nesta quinta-feira, 25, por volta das 03 horas da madrugada, no centro da cidade, atingido por um objeto cortante, possivelmente uma arma branca, que lesionou causou 03 (três) perfurações no lado direito do tórax e outras 03 (três) atingiram o braço direito. A vítima chegou a ser socorrida por um cidadão, que o levou ao Hospital Regional, mas devido aos ferimentos e à excessiva perda de sangue o paciente veio a óbito. Os acusados roubaram uma motocicleta e a carteira de bolso da vítima.

A Polícia Militar localizou os suspeitos, em menos de 24 horas, após o crime, através de denúncias por meio do 190 e várias diligências. Segundo as informações repassadas à polícia, testemunhas viram um casal em uma motocicleta, com as mesmas características da moto roubada, trafegando no Setor Raizal. Ao deslocarem ao local citado na denúncia, os militares se depararam com os acusados e, ao fazerem uma busca no local os policiais localizaram apenas um capacete preto e as vestimentas que teriam sido usadas pelo autor durante o crime, estas vestimentas estavam de molho em um tanque com produtos de limpeza, sendo que na camisa haviam possíveis sinais de sangue, porém não foi localizada a moto nesse endereço.

Antes de concluírem a ocorrência, a equipe recebeu informações de que a motocicleta havia sido abandonada na Rua Tietê, Setor Tereza Hilário, pelos dois. Diante dessas informações, o Serviço de Rádio Patrulha se foi ao novo endereço, e ao chegarem ao local os policiais constataram a veracidade dos fatos.

Logo em seguida os policais militares conduziram os autores, juntamente com o objeto roubado e recuperado para a Delegacia de Plantão, onde foram autuados em flagrante pelo crime de latrocínio, sendo posteriormente encaminhados a Casa de Prisão Provisória de Araguaína. (Ascom PM)