Conexão Tocantins Araguaína

Estado

29/03/2011 - Redação

Foto: Divulgação

Orientar os profissionais da educação para desenvolver ações de combate a violência no ambiente escolar. Este é um dos objetivos da audiência pública realizada hoje, terça-feira, no Espaço Cultural Agnaldo Borges Pinto, em Araguaina. O tema abordado no evento foi a política de prestação de serviços por alunos que cometem infrações em ambientes escolares.

A audiência pública foi uma realização da prefeitura de Araguaina, por meio da Secretaria de Educação, da Diretoria Regional de Ensino (DREA) e do Grupo Gestor do Projeto Tecendo a Paz. Participaram como palestrantes o promotor da Infância e Juventude, Sidney Fiori Júnior, e a juíza da Infância e Juventude, Julianne Freire Marques.

A professora Rosária Brito disse que a punição dos alunos que cometem algum tipo de agressão, tanto verbal como física, dentro da escola, não resolve. “Nós trabalhamos para combater a violência e dentro da escola procuramos a paz”, ressaltou a professora. Segundo Rosária, a audiência pública ajudou na orientação dos professores em como tratar esta questão, quais as ações que devem ser feitas quando depararem com uma ação de violência no ambiente escolar.

Pesquisa

Uma das coordenadoras do Grupo Gestor do Projeto Tecendo a Paz em Araguaina, Osmaria Teixeira, informou que será desenvolvida uma pesquisa sobre a violência nas escolas. De acordo com Osmaria, a pesquisa será desenvolvida pela Universidade Federal do Tocantins, com o objetivo de buscar melhores alternativas ao combate da violência nas unidades de ensino e saber quais os tipos de violência que mais ocorre nas escolas.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Prefeitura de Araguaina