Conexão Tocantins Araguaína

Polí­cia

17/01/2011 - Redação

Na tarde deste domingo, 15, oito detentos do Presídio Luz do Amanhã em Cariri, fugiram. A fuga mais uma vez aconteceu pela porta da frente e desta vez no horário de visitas. Segundo relatos de agentes penitenciários e policiais militares, assim que o guarda abriu o portão para uma suposta visitante sair os oito presos escaparam e não foi possível o guarda conter a fuga.

A lista dos nomes dos presos ainda não foi divulgada, no entanto, foi informado que parte dos fugitivos é da unidade prisional Barra da Grota,de Araguaina, que estão no Luz do Amanha desde que aquela unidade foi destruída.

Entre os fugitivos estava Josimar Mauricio de Araujo, de Gurupi, que foi condenado em maio de 2010 há 18 anos de prisão por assalto a mão armada. Ele relatou a um policial militar que não houve planos para a fuga, que ela aconteceu de repente. A Policia Militar está fazendo buscas nas proximidades do presídio para tentar recapturá-los.

Fuga em novembro

No dia 19 de novembro de 2010, 19 detentos fugiram do Luz do Amanha, e apenas dez foram recapturados. À época cinco agentes penitenciários estavam fechando as celas após o fim do banho de sol, quando um grupo os fez de reféns e os obrigou a tirar a roupa para que vestissem. O grupo deixou quatro agentes na cela e saiu com um para que desse ordem para abrir o portão. Esta fuga foi liderada por um detento transferido de Mato Grosso.

Visita do secretário

No último dia 11, o novo secretário de Segurança, Justiça e Cidadania, João Costa Ribeiro Filho, visitou o Luz do Amanhã. Na oportunidade, questionado pela reportagem do site Cocktail Online sobre qual política seria adotada para evitar fugas, ele afirmou que primeira providência seria intensificar o policiamento dentro do presídio. Na ocasião, ele comentou também que a polícia estará mais atuante nas ruas para recapturar quem fugiu.

Nova direção

A partir desta segunda-feira, 16, o policial civil Wendel Gomides, que está na corporação há 12 anos, será o diretor do presídio Luz do Amanhã. Ele dirigiu pelos últimos seis anos a Casa de Prisão Provisória de Gurupi. Ele disse que vai trabalhar no presídio com sua equipe que é formada por dez agentes penitenciários além de outros profissionais.

Ele explicou que agora a Polícia Militar vai apenas fazer a guarda das guaritas e que caberá à Polícia Civil fazer a guarda do portão, cuidar das visitas, entre outras atividades.

Wendel adiantou que a partir desta semana vai separar os presos do presídio Barra da Grota que foram transferidos para o Luz do Amanhã e comentou também que a guarda do portão, das celas e dos presos que estão em regime semi-aberto será feita de forma mais intensificada, além de promover mudanças no banho de sol.

Fonte: Site Cocktail Online (Heliana Oliveira)