Conexão Tocantins Araguaína

Estado

07/12/2010 - Redação

A subseção da Justiça Federal em Araguaina, inaugurada no último dia 16 de novembro, inicia os atendimentos ao público externo nesta terça-feira (07), das 9h às 18h. Estarão à disposição dos cidadãos todos os serviços oferecidos pela Justiça Federal. Além de Araguaina, mais de cinqüenta municípios da região Norte do Estado serão beneficiados.

Com a instalação da nova vara, os cidadãos que residem no extremo Norte do Estado não mais precisarão se deslocar até Palmas a fim de pleitear seus direitos. A expectativa é de que as demandas sejam atendidas com mais celeridade, agilidade e comodidade à população.

Cerca de 230 municípios brasileiros foram contemplados com uma nova vara, em atendimento à Resolução nº 102, do Conselho da Justiça Federal. No Tocantins foram beneficiados três municípios – Palmas, que já conta com três varas federais, Araguaina com vara única e Gurupi, que ainda não tem data prevista para instalação.

A subseção Judiciária de Araguaina está localizada na Avenida Neief Murad, s/n, bairro Jardim Goiás. Para conduzir os trabalhos dessa vara, foi designado o juiz federal Aníbal Magalhães da Cruz Matos.

Capacitação

Cerca de 20 servidores da Justiça Federal do Tocantins participam nesta segunda-feira (06) e terça-feira (07), do Curso de Capacitação Gerencial – Módulo I, ministrado por Jorge D`ambros, mestre em Desenvolvimento de Recursos Humanos. O curso está sendo realizado no auditório da JF-TO, das 8h30 às 11h30.

Segundo da Supervisora da Seder (Seção de Desenvolvimento e Avaliação de Recursos Humanos, Cynthia Salbé, o principal objetivo é apresentar os principais tópicos que perpassam o campo de estudo do desenvolvimento gerencial: conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que devem ser adotados por todos aqueles que ocupam função de gestão. “O resultado é o estabelecimento de equipes de trabalho saudáveis, produtivas e eficientes que permitem à instituição o alcance de suas metas”, avalia.

A capacitação, que será realizado em três módulos, atende a uma das determinações da Lei 11.416/2006, que dispõe sobre a carreira do servidor público do Poder Judiciário da União.

Fonte: Assessoria de Imprensa Justiça Federal