Conexão Tocantins Araguaína

Estado

20/10/2010 - Redação

O Ministério Publico Estadual de Araguaina está cobrando informações do prefeito Valuar Barros (DEM) sobre as ações de saneamento básico no município.

No documento assinado pelo promotor de justiça Alzemiro Wilson Peres Freitas o MPE também quer saber quais providências estão sendo realizadas junto à empresa que presta serviço de coleta de lixo no município para melhorar o sistema de coleta, assim como, proceder a colocação de lixeiras ao longo da cidade e ainda a relação completa dos proprietários multados pelo despejo indevido de águas servidas nas vias públicas do município do ano de 2008 até os dias atuais.

De acordo com o promotor de justiça, os moradores de Araguaina continuam com a prática indevida e irregular de despejar água de esgoto na frente de suas residências, o que acarreta prejuízo ao patrimônio público na medida em que danifica a pavimentação asfáltica existente na cidade, além da possível disseminação de doenças.

Ainda segundo a Promotoria o amontoado de sujeira e lixo em diversas partes da cidade, em especial, nos setores mais pobres, denota a ineficiência do serviço de coleta de lixo, bem como, a ausência de lixeiras em pontos cruciais.

No ofício o MPE cita também que o município iniciou recentemente projeto de implantação de esgoto sanitário, no entanto, observa-se que longo tempo se passou e somente parte mínima da cidade se encontra servida por rede de esgoto. O prazo para para prefeitura fornecer as informações é de dez dias.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ MPE