Conexão Tocantins Araguaína

Polí­tica

20/08/2010 - Redação

Foto: Divulgação

Após um dia de reuniões, caminhadas e visitas, onde novamente apresentou suas propostas para o Estado e principalmente para região norte, o candidato ao governo da coligação Tocantins Levado a Sério, Siqueira Campos (PSDB), conclamou união para mudar o Estado combater a corrupção.

“Nós precisamos urgentemente de agir para salvar nosso Tocantins. Eu sei que, juntos, nós podemos tirar o Tocantins dessa situação de calamidade”, disse, durante reunião no bairro Araguaina Sul, na noite desta quinta-feira, 19. A frase de Siqueira foi dita no momento que ele abordava mais uma repercussão negativa em relação ao Tocantins.

Ele reafirmou compromisso de acabar com a corrupção. Desta vez foi na coluna de Cláudio Humberto, um dos jornalistas políticos mais influentes do país, que abordou o rombo de meio bilhão nos cofres públicos do Estado com pagamento de pontes que não foram construídas. O jornalista se referiu ao assunto como “pontes de papel”.

“A situação do Tocantins está cada vez mais grave. Será que nós criamos o Tocantins para passar por este constrangimento de ter um governo que cria obras, que paga mais de meio milhão por elas, mas essas obras não saem do papel?”, disse.

Como já havia anunciado durante o dia, em Araguaina, Siqueira reforçou que transformar a cidade num pólo de saúde do Estado. “Visitei o Hospital Regional e fiquei muito triste com a situação dos pacientes, com a falta de estrutura dos profissionais que lá trabalham. Quando fiz esse hospital era condizente com a realidade da cidade na época, que cresceu e não houve melhoria na saúde, não houve ação de governo para acompanhar a demanda, a necessidade do nosso povo. Vou fazer com que Araguaina seja novamente o pólo em saúde no nosso Estado. Vou honrar o mandato que vocês vão confiar a mim”, declarou.

Siqueira abordou ainda o apoio de lideranças do PMDB à sua candidatura. “Vejam que metade do PMDB está apoiando nossa candidatura, e esses líderes vêm porque sabem da realidade do nosso Estado. Sabem na necessidade de mudança", disse. Um dos líderes citados por Siqueira, o vereador peemedebista Gerônimo Cardoso, falou que sua decisão “está baseada na vontade do povo”. Na percepção de que as pessoas não acreditam no adversário de Siqueira e querem Siqueira de volta”, complementou.

Também prestigiaram a reunião os vereadores de Araguaina, Jipão e Terezona. além dos os candidatos a deputado federal Ronaldo Dimas, Professora Dorinha, Irajá Abreu, Fátima da Construnorte e a deputado estadual Carlão da Saneatins, Luana Ribeiro, que busca a reeleição.

Da Redação com informações da Assessoria de Imprensa/ Siqueira Campos