Conexão Tocantins Araguaína

Geral

10/08/2010 - Redação

O Ministério Público Estadual, (MPE), através da Promotoria do Patrimônio Público em Araguaína investiga se em todas as câmaras de vereadores dos municípios pertencentes a comarca de Araguaína estão ocorrendo a “farra das diárias” patrocinada pelo erário na realização de cursos de qualificação e aperfeiçoamento dos vereadores, conforme acontece em outros estados e denunciado em reportagem exibida pelo Fantástico no último domingo, 10.

De acordo com o Promotor de Justiça, Alzemiro Wilson Peres Freitas, a investigação vai apurar se nos últimos cinco anos houve algum curso de aperfeiçoamento ou qualquer outro em que participaram vereadores ou servidores da câmara com custeio de dinheiro público. O MPE oficiou as Câmaras Municipais que compõem a comarca de Araguaína: Araguanã, Aragominas, Carmolândia, Muricilândia, Nova Olinda e Santa Fé, requisitando, no prazo de 15 dias, as informações. No caso da câmara de Araguanã, MPE apura denúncia desde o ano passado.

Contratações sem concurso

Em outro procedimento a Promotoria do Patrimônio Público também investiga os municípios da comarca de Araguaína que insistem em fazer contratações sem o concurso público. De acordo com o Promotor de Justiça responsável pelas investigações, Alzemiro Wilson Peres Freitas, as contratações estariam sendo “feitas de forma suspeita e dissimulada”. As prefeituras têm o prazo de dez dias para prestar as informações.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ MPE