Conexão Tocantins Araguaína

Geral

25/06/2010 - Maria José Cotrim

Foto: Divulgação

Em entrevista exclusiva ao Conexão Tocantins na manhã desta sexta-feira, 25, a ex-prefeita de Araguaina e pré-candidata a vice-governadora na chapa governista, Valderez Castelo Branco (PP) comentou sobre as movimentações na região norte em torno da pré-candidatura do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB).

Depois de uma semana de seu lançamento na majoritária do governo, Valderez conta que faz contatos em Araguaina num trabalho de bastidores. “Não tivemos tempo ainda se sair trabalhando, estamos fazendo um trabalho de bastidores, recebendo políticos, lideranças”, disse.

Valderez salienta que vai começar a mobilizar os municípios dentro do período eleitoral permitido. “Somos ainda pré-candidatos”, afirmou.

Fazendo uma avaliação da pesquisa feita pelo Ibope e que revelou um empate técnico entre Gaguim e o ex-governador Siqueira Campos (PSDB), pré-candidato da União do Tocantins, Valderez diz que os números mostram a “garantia de sucesso” dos líderes e partidos em torno do projeto do grupo.

“O trabalho do governador é excelente e deve ser continuado”, afirmou.

Unanimidade no PP

Indagada sobre a situação de algumas lideranças do PP que devem permanecer na base utista mesmo com o partido apoiando Gaguim, Valderez diz acreditar que maioria dos pepistas devem seguir a decisão acordada entre os membros da executiva. “Ninguém tem unanimidade”, afirmou.

A ex-prefeita colocou que se a executiva tivesse optado por continuar na base de Siqueira, ela e o deputado federal e presidente regional Lázaro Botelho iriam respeitar a decisão do partido no entanto Botelho não tentaria reeleição. “Eu não iria colocar meu nome num grupo que eu não acredito”, frisou.

“Queremos aqueles que acreditam, aqueles que somam e não pensem apenas nos projetos individuais”, disse se referindo a adesão dos pepistas na base de Gaguim.

Provocações

Questionada pelo Conexão Tocantins sobre uma campanha na internet que atribui inclusive valores para justificar sua ida para a base de Gaguim, a ex-prefeita disse que não se incomoda com o que chamou de “provocações da União do Tocantins”.

Valderez diz que seu foco está na construção de uma candidatura firme e que atenda as necessidades da população. Ela afirmou também que lida com essas campanhas envolvendo seu nome com “paciência, discernimento e equilíbrio”.

“Apesar de estarem jogando baixo, não me incomodo com provocações nem com as mentiras, panfletagem e edições de vídeo”, falou completando também que “cada um usa as armas que tem”.

“Não precisamos de manobras caloteiras, deixa que eles que não tem propostas façam isso”, falou a pré-candidata.