Conexão Tocantins Araguaína

Geral

18/05/2010 - Redação

Foto: Divulgação

Mais de 50 prefeitos do Tocantins participam esta semana da XIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. A exemplo das outras marchas, a maioria dos prefeitos que estarão em Brasília nestes dias 18 e 19 de maio, são representantes de pequenos municípios – com menos de 15 mil habitantes, maioria no Tocantins. Segundo o senador João Ribeiro, o encontro é mais uma oportunidade para os prefeitos trazerem ao governo federal suas dificuldades administrativas.

As prefeituras do Tocantins vivem basicamente do repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) que “mal dá para pavimentar uma rua ou comprar remédios para o posto de saúde”, afirma João Ribeiro, que já foi prefeito de Araguaina. “Não fossem os deputados federais e senadores a angariar e dirigir recursos federais para o Estado, nenhum município faria investimento algum”, conclui João Ribeiro.

Programação

O principal destaque da programação da Marcha deste ano será o debate com os candidatos à presidência da República – Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV). Além dos candidatos, o presidente Luis Inácio Lula da Silva confirmou presença na abertura do encontro.

Saúde e Pré-sal

Este ano, um dos principais temas é a saúde. Atento aos problemas enfrentados pelos prefeitos, João Ribeiro alerta que os municípios estão sobrecarregados. “Os Estados não investem o suficiente e o governo federal não consegue a necessária capilaridade na distribuição dos recursos”. Alem da questão da saúde, os prefeitos esperam maior participação nas decisões do governo federal e do Congresso Nacional. A discussão dos rendimentos (royalties) do pré-sal é um exemplo. Para João Ribeiro, “a distribuição dos royalties deve atender todos os municípios do pais e não apenas os municípios próximos a região do pré-sal”. E este é o momento dos prefeitos trazerem o assunto para o Senado, cuja pauta está trancada por algumas Medidas Provisórias e a regulamentação dos projetos do pré-sal.

Prefeitos do Tocantins

De Tocantins já estão confirmadas a presença em Brasília dos prefeitos Wagner Gentil (Arraias); Bernardo Filho (Silvanópolis); Fabion Gomes (Tocantinópolis); José Pequi (Aliança do Tocantins); Dantas do Rego (Sucupira); Márcia Reis (Lajeado); Silvino (Tocantínia); Anisse de Sousa (Palmeiras); Julião (Pedro Afonso); Mota (Aragominas); João Paulo (Araguacema); Cleyton (Ponte Alta); Teresa (Porto Nacional); Valtenis Lino (Santa Fé do Araguaia); Dino (Araguanã); Maria de Jesus (Pugmil); Adalberto (Sandolândia); Djalma (Chapada da Natividade); Claudiney (São Sebastião do Tocantins); Abrahão Costa (Miranorte); Edvam (Porto Alegre); Orlando Proença (Taipas); Lipe (Riachinho); Tazinho (Arapoema); Neila (Peixe); José Salomão (Dianópolis); Nelio (Dueré); Gilmar (Barra do Ouro); Antonio dos Reis (Centenário); Padre Milton (Guaraí); Cleber (Filadélfia); Wilson (Novo Alegre), Jonas (Itaporã); Miyuki (Brejinho de Nazaré); Enoque (Nova Rosalândia); Filho (São Miguel); Alcides (Babaçulândia); Pedrinho (Aparecida do Rio Negro); Coraci (Bandeirantes); Maria Benta (Bernardo Sayão); Zeila (Taguatinga) e Zelio (Cachoeirinha).

Na condição de coordenador da bancada de deputados federais e senadores do Tocantins, o senador João Ribeiro deve reunir todos os prefeitos tocantinenses presentes em Brasília dia 19 (quarta-feira), a partir das 17h30, para juntamente com a bancada federal, ouvir e discutir os pleitos e demandas dos municípios.

Fonte: Assessoria de Imprensa João Ribeiro