Conexão Tocantins Araguaína

Geral

15/03/2010 - Philipe Bastos

O presidente regional do PMDB tocantinense, deputado federal Osvaldo Reis, em entrevista ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 15, falou sobre sua recente visita ao senador João Ribeiro (PR), a reunião do diretório do PMDB de Araguaina realizada no sábado e toda polêmica gerada entre ele e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Coimbra (PMDB) que segundo material produzido pela imprensa estaria invadindo a base eleitoral do presidente do PMDB.

Osvaldo Reis afirmou que sua visita ao senador João Ribeiro na última quarta-feira foi pessoal, pois, segundo o deputado, Ribeiro estava com problemas de saúde. A pauta política, contudo não foi deixada de lado. “Quando dois políticos se encontram, sempre falam em política”, disse. O peemedebista afirmou, no entanto que a conversa foi informal e não foram tomadas decisões para as eleições deste ano.

Sobre a reunião do diretório de Araguaina, o parlamentar ressaltou que ela foi aberta e organizada por políticos da cidade. Na ocasião, além do próprio Osvaldo Reis, estiveram presentes lideranças peemedebistas da região e nomes como o do ex-governador Marcelo Miranda e o deputado estadual Júnior Coimbra.

O deputado rechaçou a polêmica gerada entre ele e o presidente da Assembleia Legislativa. De acordo com Osvaldo Reis não há diferença entre eles, “não teve nada disso. Isso é fofoca, é mentira”, disse. O parlamentar afirmou que, seu discurso apenas foi direcionado ao presidente da União dos Vereadores do Tocantins, Gideon Soares (PMDB) que teria dito na imprensa que Osvaldo Reis não seria de Araguaina. Para o deputado, a afirmação de Soares não é verdadeira e disparou: “companheiro não tem que falar de companheiro”. Osvaldo Reis frisou que é cidadão araguainense desde 1983, quando foi interventor e deputado por 20 anos pela região.