Conexão Tocantins Araguaína

Palmas

14/07/2009 - Redação

As atividades preventivas desenvolvidas pelos salva-vidas do Corpo de Bombeiros nos dois primeiros finais de semana de julho, em 17 praias do Estado, somam mais de 3,5 mil intervenções. Os bombeiros aproveitam o contato com o público para repassar recomendações que podem garantir a segurança, bem-estar e tranquilidade de banhistas e barqueiros. A atividade preventiva também é realizada em eventos públicos e vistorias na área de combate a incêndio.

O comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, capitão Carlos Eduardo de Souza Farias, acredita que a presença efetiva dos bombeiros durante a temporada de praia reduz consideravelmente o número de ocorrências, o que não exime o banhista da sua responsabilidade individual.

Nas 13 praias do interior que tiveram atividades de salva-vidas nos finais de semana não houve nenhum óbito e foram registradas apenas seis emergências pré-hospitalares e três salvamentos de pessoas que estavam se afogando. Outra atividade de destaque são as restrições impostas aos barqueiros inabilitados ou embriagados e às embarcações sem iluminação, que são impedidos de conduzir os passageiros. Foram seis autuações.

Em média, sessenta bombeiros são empregados por final de semana, partindo das unidades de Palmas, Araguaina e Gurupi, nas 17 praias atendidas. Durante o mês de junho, os militares passaram por um treinamento específico na área de salvamento aquático, visando melhorar a qualidade dos serviços prestados.

Os afogamentos seguidos de morte, nos municípios de Formoso do Araguaia e Paranã ocorreram em locais sem salva-vidas e no município de Pau d’Arco a ocorrência foi durante a noite. Geralmente, em situações de morte por afogamento, os mergulhadores da Corporação são acionados para realizar o salvamento.

Praias atendidas

Praias do Coco (Babaçulândia), Filadélfia, Araguanã, Tartaruga (Peixe), Sandolândia, Miracema, Gaivota (Dueré), Fofoca (Pau d’Arco), Pedro Afonso, Tocantinópolis, São Salvador, Caseara e Porto Real (Porto Nacional), além das quatro praias da Capital (Graciosa, Arnos, Prata e Caju).

Fonte: Assessoria de Imprensa Corpo de Bombeiros Militar