Conexão Tocantins Araguaína

Estado

27/11/2008 - Redação

Foto: Divulgação

Cerca de 500 pessoas participaram da mobilização do Dia Internacional de Combate ao Câncer, nesta quinta-feira, 27, em Araguaína. O objetivo foi conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. Voluntários, estudantes e parceiros da Associação dos Voluntários e Amigos dos Portadores de Câncer manifestaram apoio aos portadores da doença e levaram à população, através de faixas, a mensagem de prevenção, solidariedade e luta contra o câncer.

Na mobilização foram distribuídas cartilhas educativas com informações sobre os diversos tipos de câncer, dicas de prevenção, tratamento e alimentação adequada. A intenção da associação em benefício dos portadores de câncer, que realiza trabalhos de apoio ao paciente oncológico e familiares, desde março de 2007, é levar informação sobre a doença para a população e buscar apoio de novos voluntários e parceiros para a Associação.

De acordo com o diretor geral do HRA – Hospital Regional de Araguaína, Celso Cintra, a Associação dos Voluntários e Amigos dos Portadores de Câncer é uma grande aliada no combate ao câncer, “A entidade realiza um trabalho de prevenção e conscientização com os estudantes por meio de palestras e trotes nas faculdades como o “Trote solidário pela vida” e também ajuda os pacientes em tratamento no serviço de oncologia com a doação de cestas básicas semanalmente, com frutas e verduras, roupas, calçados, medicamentos complementares e vale transporte”, disse.

Após a caminhada foi realizada uma homenagem aos pacientes em tratamento na Unacon – Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia com radioterapia do HRA e servido um coquetel aos pacientes e acompanhantes no estacionamento do HRA .

Unacom/ HRA

O serviço de oncologia da região norte do Estado é referência para o Tocantins e também cidades do estado do Pará e Maranhão. O tratamento em oncologia começou a ser disponibilizado na região, em 2001, atendendo cerca de 30 pacientes, hoje são mais de 800 pessoas atendidas, além de contar como uma estrutura que envolve quimioterapia, radioterapia, braquiterapia, cirurgias oncológicas de alta complexidade e cuidados paliativos.

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Araguaina, Câncer, Estado, HRA